São Paulo bate Vasco nos pênaltis e é o campeão da Copinha


Goleiro do São Paulo salva, pega dois pênaltis do Vasco e garante o tetra da Copinha para o time

ESPN

São Paulo é tetracampeão da Copa São Paulo de futebol júnior, encerrando um jejum que durava desde 2010. Mas o título veio com grande dose de sofrimento, nos pênaltis contra o Vasco da Gama (3 a 1), nesta sexta-feira.

O time tricolor dominou todo o primeiro tempo e o começo do segundo. Foi o suficiente para fazer 2 a 0 contra o Vasco. Parecia que a quarta taça da Copinha seria assegurada com tranquilidade, mas a forte chuva que caiu no Pacaembu mudou literalmente o jogo. O time carioca conseguiu reagir, empatar e levar para os pênaltis.

São Paulo é tetracampeão da Copa SP de Futebol Júnior (Foto: Marcos Ribolli)

Nas cobranças, Ed Carlos, Morato e Tuta fizeram para o São Paulo. Já Marcos Júnior chutou para fora. Lucas Santos foi o único a marcar para o Vasco. Perderam Tiago Reis (Thiago Couto defendeu), Gabriel Norões (travessão) e Riquelme (Thiago Couto pegou de novo).

No tempo normal, os gols foram de Gabriel Novaes, artilheiro da Copinha com dez tentos, e Antony, que havia dado a assistência para o primeiro gol. Lucas Santos e Tiago Reis empataram o duelo para os cruzmaltinos.

Foi a quarta taça do clube tricolor na Copinha. Antes, foi campeão em 1993, 2000 e 2010. Vale lembrar que ano passado o time foi vice-campeão ao perder a decisão para o Flamengo. Daquele time, estavam presentes na atual edição nove: Tuta, Gabriel Sara, Gabriel Novaes, Fabinho, Thiago Couto, Caio, Cássio, Rafael e Antony.

Disputa de bola em São Paulo x Vasco, pela final da Copa São Paulo Gazeta Press

Este último foi o destaque na decisão com o Vasco. Ele fez a jogada do primeiro gol, avançando pela ponta-direita e servindo Gabriel Novaes. Depois, na etapa final, recebeu lançamento e completou para o fundo das redes. Foi o quarto gol dele no torneio e a sexta assistência (todas para Gabriel Novaes).

Outra possibilidade é ele continuar com o técnico Orlando Ribeiro e disputar a Copa Libertadores sub-20.

Já o Vasco, que tem apenas o título de 1992 da Copinha (obtido em final contra o São Paulo), foi vice-campeão pela segunda vez (também perdeu em 1999). A equipe de juniores ganhará folga até 18 de fevereiro, quando voltará a se apresentar para iniciar a temporada 2019.

A exceção é o meia Lucas Santos, que deve ganhar cinco dias de folga e depois se apresentar para o time profissional cruzmaltino.

COMO FORAM OS GOLS

O São Paulo insistiu muito em jogadas pelo lado esquerdo do campo, especialmente em arrancadas de Fabinho, mas abriu o placar justamente quando fez funcionar o lado direito com a dupla Antony e Gabriel Novaes, aos 38 minutos do primeiro tempo.

Antony recebeu a bola, arrancou e passou por dois defensores vascaíno. O cruzamento foi perfeito para Gabriel Novaes, que estava sem marcação e cabeceou sem chance de defesa para o goleiro Alexander. Foi o décimo gol do camisa 9 tricolor na Copinha.

Já no segundo tempo o São Paulo ampliou com Antony. O camisa 7 foi lançado no campo de ataque, conseguiu passar pelos marcadores e concluiu na saída do goleiro Alexander. O tento foi logo no reinício da partida, aos 7 minutos.

O Vasco conseguiu diminuir depois da forte chuva que caiu no Pacaembu. Foi aos 30 minutos, em cobrança de falta de Lucas Santos. Ele cobrou com muita categoria. A bola bateu no travessão e depois entrou.

Após uma bola mal rebatida pela defesa do São Paulo, o Vasco conseguiu um cruzamento para a área e Tiago Reis, em posição boa para finalizar, desviou empatando a partida por 2 a 2.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também