Rio Branco, Acre,





Sinhasique reclama de falta de recursos na Secretaria de Empreendedorismo e Turismo


“Por hoje, me tragam um lenço pois minha vontade é de chorar”, escreveu a secretária em sua página na rede social Facebook

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

“Não sou mulher de reclamar de nada. Mas, necessito compartilhar com meus amigos e seguidores as dores que tenho vivenciado nesses últimos 36 dias como secretária de Empreendedorismo e Turismo do Estado do Acre.”, escreveu Eliane Sinhasique em sua página pessoal no Facebook, antecipando que exporia a situação para não ser cobrada pelo que está fora de seu alcance.

Segundo ela, um dos maiores problemas é a falta de recursos financeiros e material humano. “Complicado colocar ordem na casa sem pessoal suficiente para as diversas demandas internas e externas da secretaria. Imaginem como está o meu amigo Secretário de Saúde, Alysson Bestene!”, comparou.

Secretaria Eliane Sinhasique: um lenço para enxugar as lágrimas/Foto: cedida

Sinhasique compartilhou informações sobre a situação financeira do Estado para pagamento de pessoal repassadas pelo gabinete civil dando conta de que, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, está no limite.

“Recursos próprios para manutenção das secretarias nem se fala! Ou conseguimos a liberação de recursos de convênios com o Governo Federal, ou fecharemos as portas! A ordem do Governador Gladson Cameli é apertar o cinto e arrochar o nó!”, destacou.

De acordo com a secretária, a redução de pessoal foi drástica tendo sido reduzidos de 132 para 16 a quantidade de Cargos Comissionados que existiam na Secretaria, sendo “5 CEC 1; 3 CEC 2; 3 CEC 3; 2 CEC 4; 2 CEC 5 e uma CEC 6”, detalhou, comentando em seguida que “os 52 servidores efetivos que recebiam e estavam acostumados com Função Gratificada (FG 7, 8, 9 e 10) quase infartaram ao ver o documento que comprova o tamanho da nossa estrutura. Agora, precisam aceitar que os tempos são outros e que só temos 22 FGs (3 FG 1; 3 FG 2; 3 FG 3; 3 FG 4; 3 FG 5; 2 FG 6; 2 FG 7, 2 FG 8 e UMA FG 9).”, descreve, enfatizando: “Eu jogo aberto mesmo para não duvidarem do que eu digo”, asseverou.

A secretária avisou também que funcionários terceirizados serão reduzidos e que os 16 “núcleos” da secretaria nos municípios serão fechados. “Já estamos providenciando o repasse das estruturas físicas existentes para os municípios cuidarem e pagarem as contas de água e energia”, adiantou.

Sinhasique, notadamente reconhecida por sua criatividade e empolgação, escreveu ainda: “Eu sabia que não seria fácil, mas confesso que tem dias muito difíceis! As reclamações e cobranças são enormes! Muitos não entendem que a administração pública está à beira da falência!”, assegurou.

Na mesma mensagem a secretária informa que mesmo neste cenário fez a opção de “trabalhar dia e noite para a prorrogação dos convênios” e que já contabiliza alguns avanços como a possibilidade de comprar combustível e contratar empresa de capacitação.

“Não paro de pensar em alternativas. Tenho buscado parcerias para que possamos fazer o mínimo necessário para nosso público alvo, que são as pessoas que precisam empreender e se colocar no mercado de trabalho, se capacite, desenvolva sua criatividade, busque formas honestas para gerar seu próprio sustento”, relatou.

Sobre o carnaval de rua, Sinhasique informou que “entre tantas coisas que estamos tentando viabilizar, estou buscando patrocínios para a realização do carnaval com a iniciativa privada, pois o governo do estado não tem um banheiro químico para disponibilizar para essa festa! Tenho recebido muitos NÃOs e alguns SIMs, mas sigo confiante! Acredito que grandes eventos geram movimentação positiva para a economia. Acredito que esse momento é apenas uma fase ruim e que, com boas ideias, diálogo, parcerias e criatividade, poderemos mudar esse cenário!”, concluiu.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também