Rio Branco, Acre,


PSL confirma nesta quarta se aceita ou não a ida de Major Rocha para o partido

Vice teria colocado como condição o domínio da sigla no AC e a promessa de 2 deputados

O vice-governador Major Rocha surpreendeu o meio político local ao propor ao presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, sua ida para o partido. O tucano teria colocado como condição o domínio da legenda no Acre e a retirada da pré-candidatura de Fernando Zamora à prefeitura da capital. A ideia seria levar o PSL a apoiar Minoru Kinpara, do PSDB.

Procurado pelo ContilNet, o dirigente estadual do PSL, Pedro Valério, confirmou a investida do vice-governador e disse que está conversando com as lideranças do partido para decidir o que fazer. Segundo ele, a legenda deve apresentar um posicionamento até o final da tarde desta quarta-feira (24). “Ele [Rocha] quer uma resposta para hoje”, disse.

PUBLICIDADE

Valério informou que conversou com o tucano na terça (23), mas não quis comentar o teor. “Estou evitando falar sobre. A única coisa que posso confirmar agora é que ele pediu abrigo no nosso partido, sim”.

Rocha também teria prometido dois deputados federais para o PSL em 2022. Essa informação não foi confirmada por Valério.

Embora lidere pesquisas eleitorais, o PSDB, até o momento, está isolado com a sua pré-candidatura à prefeitura da capital. Se der certo, a manobra de Rocha ampliaria tempo de TV e repasses de recursos para a campanha do ex-reitor da Universidade Federal do Acre (Ufac).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up