Rio Branco, Acre,


Família de jovem atropelada por BMW cobra prisão de acusado: “Precisamos de respostas”

Família da vítima realizou ato de protesto em frente a Aleac e pede que caso da jovem não fique impune

Na manhã desta quarta-feira (12), familiares e amigos de Jonhliane Paiva de Souza, de 30 anos, morta no início da manhã da última quinta-feira (6), quando foi atropelada por uma BMW na Avenida Antônio da Rocha Viana, em Rio Branco, realizaram um ato de protesto pedindo justiça para a morte da jovem. Eles querem a prisão do suspeito no acidente, Ícaro José da Silva Pinto.

Entenda: Motociclista morre ao ser atingida por BMW e arremessada por 60 metros em Rio Branco

PUBLICIDADE

De acordo com o irmão da vítima, Jhonatan Paiva, o ato é pacífico e visa mobilizar o poder público a realizar mudanças na lei do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Jhonatan Paiva pede justiça pela morte da irmã/Foto: ContilNet

Veja também: Motorista de BMW que matou jovem é filho de advogado; vídeo mostra ‘racha’ entre carro

“Queremos justiça. Nossas leis são brandas. Precisamos de respostas para que o caso da minha irmã não fique impune”, declarou ele dizendo que após o ato vão se dirigir a delegacia da Sobral em busca de explicações.

Leia mais: Jovem morta em acidente envolvendo filho de ex-juiz é sepultada pela família

A jovem Jonhliane estava indo trabalhar quando foi atropelada por uma BMW, dirigida por Ícaro. O acidente ocorreu por volta das 6h30, a mulher pilotava uma motocicleta e seguia em direção ao Centro da cidade.

Veja: Sem mandado de prisão, motorista de BMW se apresenta à polícia e é liberado

No dia do acidente, o Ciosp informou que que dois carros faziam um racha, quando um dos motoristas, que estava em um carro de luxo, teria batido na motocicleta. Em depoimento à polícia, no dia seguinte, a companheira de Ítalo confessou que eles retornavam de uma festa e tinham ingerido bebida alcoólica. 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up