Rio Branco, Acre,


Acreana concorre ao prêmio de Melhor Longa-Metragem no Los Angeles Film Festival

O filme "3 Refeições", da cineasta acreana Maria Maia, é o registro documental da ruptura de fronteiras sociais e econômicas de 36 milhões de miseráveis brasileiros

Os amantes da boa gastronomia só tem o que comemorar:  Sidilene Mesquita e seus 5 irmãos, inauguraram no sábado (17), com um coquetel super badalado, o restaurante Casa Mesquita. O novo point fica na Gameleira, localizada em anexo ao Hotel Vila Rio Branco. Além dos serviços de buffet, almoço e jantar, o espaço contará com diversos outros serviços e eventos produzidos pelos irmãos Mesquita a partir de agora.

Brinde dos irmãos: Léia, Cirley, Lete, Civenir, Cirlene e Sidilene
Jocely Abreu, Robertha Moura, Moisés Alencastro, Sidilene Mesquita e Cláudia Souza

A procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane Araújo Rodrigues, esteve nas últimas semanas reunida com deputados e deputadas federais, para pedir apoio com alocação de emendas que serão destinadas a projetos estratégicos. Tais projetos irão fortalecer a atuação do MPAC em diversas áreas, além da construção de novas unidades no interior do estado. As conversas foram bastante positivas e proveitosas.

PUBLICIDADE
Procuradora-geral de Justiça Kátia Rejane Araújo Rodrigues e Léo Brito
Procuradora-geral de Justiça Kátia Rejane Araújo Rodrigues e o deputado Flaviano Melo
Procuradora-geral de Justiça Kátia Rejane Araújo Rodrigues e o deputado Alan Rick
Procuradora-geral de Justiça Kátia Rejane Araújo Rodrigues, deputada Perpétua Almeida e o procurador de Justiça Sammy Lopes

Após superar as primeiras fases de um câncer de mama, descoberto em 2019, Maria Inês Melo decidiu ouvir a sugestão de seu filho para narrar parte dessa trajetória recente em um livro. Assim nasceu Transformando dor em alegria – Vencendo o câncer de mama, que será lançado sexta-feira (23), às 17h40, no Memorial dos Autonomistas. O livro, que possui uma linguagem simples e direta, é um alerta para o autocuidado, a prevenção precoce e traz, ainda, orientações sobre saúde, além de depoimentos de mulheres que receberam o mesmo diagnóstico.

*** Graduada em Pedagogia, pós-graduada em Segurança Pública e Complexidade, Maria Inês exerceu como servidora pública a função de policial militar e, ainda, de professora substituta na Universidade Federal do Acre. Após a descoberta do câncer, partiu em busca das terapias combinadas em um dos mais respeitados centros de tratamento do país, o Hospital de Amor, em Barretos.

Todos os vivas acompanhado de felicidade e muita saúde para dona Euri Figueiredo pelos seus 90 anos de idade celebrado domingo (18). A data especial foi celebrada em clima familiar conforme o momento exige. Na foto, a matriarca com os filhos Geraldo, Socorro, Edmilson, Eurilinda e Julinho.

Ontem, Socorro Figueiredo recebeu muitas homenagens de sua legião de amigos pela chegada da idade nova. A noite recebeu familiares, em sua casa, para um jantarzinho. Parabéns, muitas felicidades e que esta data se repita por muitos anos.

Encontro casual, no La Cave, dos amigos de longas datas Edvaldo Magalhães e Walnizia Cavalcante.

O filme “3 Refeições”, da cineasta acreana Maria Maia (foto), é o registro documental da ruptura de fronteiras sociais e econômicas de 36 milhões de miseráveis brasileiros. O título está concorrendo ao prêmio de Melhor Longa-Metragem no Los Angeles Film Festival (LABRFF), que será realizado de forma online, entre 21 e 25 de outubro, na plataforma Filmocracy.

***Guiado através das figuras de Antônio Conselheiro e Luiz Inácio Lula da Silva, o documentário parte da “Caravana da Cidadania Contra a Fome – Viagem ao Brasil Real”, realizada em 1993, quando o ex-presidente refez a viagem feita na infância, saindo de Garanhuns e chegando a São Paulo.

***O longa foi filmado em Monte Santo e Canudos, mesma região que Euclides da Cunha visitou e descreveu em “Os Sertões” e onde Glauber Rocha filmou “Deus e o Diabo na Terra do Sol”. Com imagens históricas, o filme mostra Lula nos comícios com o povo e em conversas ao pé do ouvido, onde ele, segundo a diretora, escutava as demandas do sertão.

A jornalista e repórter Daniela Branches, da TV Amazonas, afiliada da Rede Globo em Manaus, é a convidada do 11º Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), que será realizado no dia 14 de dezembro.

***Ela atua desde 2009 em um núcleo de rede, dentro do jornalismo da Rede Amazônica, que atende aos noticiários e programas da Rede Globo. Com especialização em língua portuguesa e produção textual, além de pós graduação voltada ao jornalismo esportivo, Daniela participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, que teve Manaus como uma das sub-sedes.

***Nesta edição do Prêmio de Jornalismo, a jornalista ministrará uma palestra sobre a cobertura da pandemia, que teve a cidade de Manaus como um dos epicentros nacionais.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up