Rio Branco, Acre,


Acusados de matar adolescentes ao saírem da Expoacre são condenados a mais de 160 anos

O triplo homicídio em 2018. As vítimas foram abordadas quando retornavam da Expoacre

Dois dos três réus envolvidos no triplo homicídio do Taquari, foram condenados a mais de 166 anos de prisão.
A sessão, que teve início às 8:30 da manhã de terça-feira (20), foi finalizada às 21 horas de quarta-feira (21).

O réu Francimar Conceição da Silva, apontado como mandante do crime, foi condenado a 89 anos, 10 meses e 60 dias de prisão pelos três assassinatos e por ocultação de cadáver por duas vezes.

PUBLICIDADE

Clenilton Araújo de Souza, o Fie, também foi considerado culpado pelo Conselho de Sentença. Ele recebeu pena de 77 anos e 60 dias. Enquanto Luiz Gonzaga Figueiredo Vieira, foi absolvido das acusações e teve o alvará de soltura expedido logo após o julgamento.

Francimar Conceição e Clenilton Araújo foram condenados pelas mortes do jovem Vitor Vieira e das adolescentes Amanda Gomes, de 14 anos e Isabelle Silva Lima, de 13 anos.

O triplo homicídio ocorreu no dia 6 de agosto de 2018. As vítimas foram abordadas quando retornavam do Parque de Exposições.

Na mesma decisão, o juiz Alesson Bráz negou aos réus o direito de recorrer da sentença em liberdade e decretou as prisões preventivas de Francimar e Clenilton.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up