Rio Branco, Acre,


Revolta: Cerca de 300 torcedores invadem a sede do Botafogo, no Rio

Apesar da presença da PM, vários manifestantes pularam o muro e a entrada acabou sendo liberada

Os protestos não acabam no Botafogo. Neste sábado (31/10), horas antes do jogo com o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro, no Engenhão, cerca de 300 torcedores foram até a sede do clube, em General Severiano, revoltados com a incerteza do futuro do time. Apesar da presença da polícia militar, várias manifestantes pularam o muro e a entrada acabou sendo liberada pela segurança. Dirigentes e jogadores não estavam no local.

O presidente Nelson Mufarrej, o membro do comitê de futebol, Carlos Augusto Montenegro, e os jogadores Pedro Raul e Barrandeguy foram os principais alvos dos protestos. Em uma das várias faixas colocadas dentro da sede, uma delas tinha escrito “Vergonha na cara, time de frouxos”.

Na quinta-feira, muros do Estádio Engenhão foram pichados. O alvo, mais uma vez, foram dirigentes e jogadores, assim como nos protestos de quarta-feira, após a derrota para o Cuiabá, por 1 a 0, na terça-feira, em pleno Engenhão, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado também causou a queda do técnico Bruno Lazaroni, que estava no cargo havia apenas um mês.

Fora de campo, durante a semana, o projeto S/A se apresentou sem garantia de ser concretizado. Em entrevista, Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê executivo de futebol, disse que o Botafogo está falido.

O Botafogo vai levar toda esta crise para o gramado no sábado às 17 horas, quando vai receber o Ceará, em duelo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste jogo, a equipe será comandada pelo preparador de goleiros, Flávio Tenius.

O time soma apenas 19 pontos e é o 16º colocado, uma posição à frente da zona de rebaixamento. O Botafogo soma três vitórias, dez empates e quatro derrotas. São 17 gols a favor e 20 contra.

(Foto: Emanuelle Ribeiro/ge)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up