Rio Branco, Acre,


Vereador do PT lamenta apoio do presidente do partido a Bocalom no 2º turno

"Não me representa, não representa o partido e a militância que tanto fez pelo Acre", disse Forneck

O vereador Rodrigo Forneck (PT) lamentou a decisão do presidente estadual do seu partido, Cesario Braga, de apoiar o candidato eleito Tião Bocalom (PP) no segundo turno das Eleições municipais. Em postagem nas redes sociais, ele escreveu que não se sente representado pela manifestação do colega.

“Lamento e me entristeço com a posição do presidente do PT! Ela não me representa, não representa o partido e a militância que tanto fez pelo Acre. Seguiremos construindo uma sociedade melhor, que não valide os valores conservadores e preconceituosos dos bolsonaristas”.

Forneck foi líder da prefeita Socorro Neri (PSB) na Câmara dos Vereadores de Rio Branco e em abril anunciou a saída do posto. Naquele momento, o partido havia acabado de romper oficialmente com a chefe do Executivo, que teve a pré-candidatura abraçada pelo governador Gladson Cameli e alguns partidos de sua base.

Foi Cameli quem pôs fim à era petista no governo do Acre, que durou 20 anos consecutivos. Ele foi eleito em 2018 pelo PP, partido de Bocalom. Porém, após discordâncias eleitorais, se afastou da legenda.

O apoio de Cesario a Bocalom repercutiu mal no meio petista. Outros membros do partido também foram a público esclarecer que a posição do presidente não era a mesma da legenda, que se absteve de apoiar um dos dois candidatos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up