Rio Branco, Acre,


Antônia Fontenelle tenta acordo após ser indiciada por xenofobia e racismo

Giselle Itié abriu queixa-crime contra a youtuber por ser ter sido ofendida publicamente

Antônia Fontenelle, de 47 anos, foi indicada pelos crimes de racismo e xenofobia pela Decradi – Delegacia de Crimes Raiciais e Intolerância – por conta das ofenças desferidas contra Giselle Itié, atriz nascida no México.

“Volta para o seu país, é o melhor que você faz” , disse Antônia Fontenelle, à época, após Giselle Itié revelar ter sofrido assédio de um diretor de novelas quando tinha 23 anos.

Apesar de a atriz mexicana não ter citado nomes, Antônia se ofendeu, pois muitos trabalhos da atriz foram dirigidos por seu ex-mardio, Marcos Paulo, que morreu em 2012.

Após as ofensas, Giselle Itié registrou uma queixa-crime contra a Fontenelle que, então, prestou depoimento na Decradi e, em seguida, acabou indiciada.

De acordo com Fábia Oliveira, Antônia “manifestou o desejo de fazer um acordo com o Ministério Público para não ser processada”. Entretanto, a lei exige que o acusado não tenha feito nenhum outro acordo semelhante nos últimos cinco anos.

Fontenelle, entretanto, ainda segundo Fábia Oliveira, não está apta a fazer este pedido, pois cumpriu uma transação penal em junho de 2018, no processo número de 0013450-04.2016.8.19.0209 pelos crimes de ameaça e injúria.

Até o momento Antônia Fontenelle e Giselle Itié não se pronunciaram sobre o assunto. Esta matéria contém informações de Jornal O Globo e Fábia Oliveira.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up