21 C
Rio Branco
6 maio, 2021 9:50 pm

Ligeirinho vira alvo de “cancelamento” após polêmica com Pepe Le Gambá em filme

POR RD1

Ratinho mais famoso do México, Ligeirinho está na mira do “cancelamento”.

A confusão em torno do roedor, popularizado nos desenhos Looney Tunes, foi fundamentada após o anúncio da exclusão do personagem Pepe Le Gambá do filme Space Jam: O Novo Legado.

A acusação contra o gambá é de “normalizar a cultura do estupro”. O debate sobre Ligeirinho teve início no mesmo artigo, publicado pelo jornal The New York Times, nos Estados Unidos, que apresentou as acusações contra Pepe, resultando na remoção do personagem do filme.

O texto, assinado pelo jornalista Charles M. Blow, argumenta que Ligeirinho é uma representação caricata e pejorativa de um cidadão mexicano.

“Os coadjuvantes dele ajudaram a popularizar o estereótipo corrosivo do mexicano bêbado e letárgico“, argumentou o jornalista.

Nas redes sociais, alguns internautas se posicionaram sobre o possível cancelamento de Ligeirinho do filme. “Quem conhece os ‘Looney Tunes’ sabe que nenhum deles é seguro dentro dos padrões atuais“, salientou um.

“O estranho com o Ligeirinho é que ele quase foi removido dos desenhos por ser um estereótipo, mas ele acabou sendo adotado como símbolo pela própria comunidade mexicana“, destacou outro.

O diretor James Gunn, responsável por dois filmes da franquia Guardiões da Galáxia, opinou sobre a polêmica situação de Ligeirinho.

“Suspeito que a maioria dos latinos amem o Ligeirinho, o que é um ótimo argumento para que ele não seja cancelado“, disparou.

Lançado em 1996, Space Jam marcou o cinema colocar LeBron James, Bill Murray e os Looney Tunes na mesma tela.

Vinte e cinco anos depois, o segundo longa da saga vem sendo criado, mas com alguns ajustes que não estão sendo bem quistos pelo público saudosista do filme, que estreia nos cinemas em julho.

A princípio, a mudança mais gritante está nos traços de Lola Bunny. Em entrevista à Entertainment Weekly, o diretor Malcom D. Lee revelou que um dos seus desejos para a sequência de Space Jam era atualizar Lola Bunny para uma imagem menos sexualizada, adequada às crianças, dando nova narrativa ao longa-metragem:

“Estamos em 2021. É importante refletir a autenticidade de personagens femininas fortes e capazes. Por isso, repaginamos muitas coisas, não apenas sua aparência, como ter certeza de que ela tinha um comprimento adequado em seus shorts e era feminina sem ser objetificada, dando a ela uma voz real“.

“Vamos fundamentar suas proezas atléticas, suas habilidades de liderança e torná-la um personagem tão completa quanto os outros“, concluiu D. Lee.

 

(Imagem: Reprodução / IMDB)