28.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 1:51 pm

Cachorro não para de sorrir ao ganhar poltrona igual a de sua tutora

Para conseguir trabalhar tranquila, tutora compra uma poltrona igual a dela para que seu cachorro, o resultado foi muito positivo

POR IG

Lindsay Dyer ama abraçar seu cãozinho, um mestiço de Dachshund , chamado Franklin. Segundo a tutora, o cãozinho pode ser bem grudento, principalmente quando chega a hora de sua mãe trabalhar.

Ao The Dodo, Lindsay conta que Franklin é um “garoto frio”, contanto que ele possa estar junto aos seus, como com o seu irmão felino, o gato chamado Bagheera.

A tutora gosta de trabalhar em sua poltrona, mas quando Franklin a vê, confortavelmente sentada, considera como um convite para carinhos. Para ela, aquilo não estava funcionando, então ela decidiu resolver o problema.

“Quando a pandemia começou, eu fui eu passei a trabalhar de casa e passei muito tempo tentando digitar com um cachorro no colo”, disse. “Eu vi em uma loja que tinham uma poltrona infantil bem parecida. Imaginei que conseguir a sua própria poltrona o fizesse parar de querer roubar a minha, e fui busca-la no mesmo dia em que a loja reabriu”.

Apesar de reconhecer que a atitude tenha sido egoísta, a tutora aponta que o pet não poderia estar mais satisfeito com o presente e que aquele passou a ser o lugar favorito do cãozinho.

Contudo, o Franklin não ficou sozinho em sua nova poltrona. Bagheera, o gatinho, também apreciou muito o aconchego. Para a felicidade da mãe dos pets, Franklin é é generoso e divide satisfeito a poltrona com o irmão.

“Eles são melhores amigos e, às vezes, inimigos”, disse Dyer. “Eles compartilham a poltrona – muito para o descontentamento do gato”. Mas eles se abraçam constantemente na cadeira ou em qualquer cama que possam encontrar e não gostam de dormir um sem o outro”.

Franklin e Bagheera não se desgrudam
Arquivo Pessoal/Lindsay Dyer

Não importa em qual cadeira Franklin se sente, ele sempre terá que compartilhar. E quando decide roubar a de sua mãe novamente, Bagheera toma conta da dele.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.