21.3 C
Rio Branco
24 junho, 2021 10:11 pm

Governo nega rompimento com Vanda Milani após direção do Solidariedade ser destituída no AC

A deputada federal e seu grupo devem ir para o PROS, cuja antiga direção, comandada pelo ex-prefeito de Rodrigues Alves

POR TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

A troca na direção do Solidariedade, partido político que integra a coalizão de apoio ao Governo de Gladson Cameli, não será a causa de rompimento com a deputada federal Vanda Milani e seu grupo político. Entre os membros da antiga direção do partido e que fazem parte da gestão estadual está o médico Israel Milani, filho da parlamentar e Secretário de Estado de Meio Ambiente, que continua no cargo.

SAIBA MAIS: Comandada por Israel Milani, direção do Solidariedade no AC é destituída por presidente nacional

A deputada federal e seu grupo devem ir para o PROS, cuja antiga direção, comandada pelo ex-prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Amorim Deda, marido da deputada estadual Maria Antônia, está indo para o Podemos, outro Partido da base do Governo.

“Não há nenhum rompimento com a deputada Vanda Milani. Ela está apenas trocando de sigla para melhorar e se posicionar politicamente, já que deve ser candidata ao Senado”, disse ao ContilNet o ex-deputado Moisés Diniz, atual secretário extraordinário de assuntos estratégicos do Governo e o novo presidente do Solidariedade no Acre.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.