20.3 C
Rio Branco
19 junho, 2021 10:33 am

Homenagem a Paulo Gustavo gera críticas de entidades LGBT

O argumento é que o local tinha o nome de Alexandre Ivo, jovem gay de 14 anos assassinado em junho de 2010 em São Gonçalo

POR METRÓPOLES

Homenagem ao ator Paulo Gustavo, morto este mês devido à covid-19, causou revolta no movimento LGBT de Niterói (RJ) e mereceu até nota de rejeição feita por entidade ativista nacional. Do outro lado, o governo estadual, responsável pela iniciativa, defende-se e acusa coletivos de mentir.

Em 17 de maio, Dia Internacional contra Homofobia, foi anunciado pelo gestão estatal que o serviço Centro de Cidadania LGBT Metropolitana Leste I, localizado na cidade natal do artista, passaria a se chamar Centro de Cidadania LGBT Paulo Gustavo.

A notícia gerou notas de repúdio de ativistas. O argumento é que o local tinha o nome de Alexandre Ivo, jovem gay de 14 anos assassinado em junho de 2010 em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, e patrono do centro LGBT.

Leia mais em METRÓPOLES, clique AQUI!

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.