22.3 C
Rio Branco
21 junho, 2021 7:51 pm

Governo está negociando com grevistas para que aulas iniciem ainda em maio, diz Neri

"O Estado precisa ter base legal, fiscal e financeira para tomar decisões que possam ser sustentadas, que não tenhamos futuramente dificuldades", disse a secretária

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

A secretária de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Socorro Neri, disse em entrevista à imprensa nesta sexta-feira (14) que está em diálogo permanente com os sindicatos que organizam a greve de professores no Estado e pedem reajuste salarial.

A ex-prefeita garantiu que as necessidades da classe estão sendo escutadas e recebendo toda atenção, mas informa que o Governo do Estado tem impedimentos legais que interferem na garantia de aumento.

“É legítimo o pedido da classe, mas é preciso entender que a Lei nº. 173 (regime fiscal provisório durante a pandemia), veda qualquer tipo de aumento na despesa com pessoal, e a emenda constitucional que criou o teto de gastos”, comentou a ex-prefeita de Rio Branco.

“O Estado precisa ter base legal, fiscal e financeira para tomar decisões que possam ser sustentadas, que não tenhamos futuramente dificuldades como atrasos de salários dos servidores, por exemplo. Por isso, estamos buscando saídas”, continuou.

A SEE já se reuniu com representantes dos sindicatos para tratar da pauta e a negociação está sendo feita para que as aulas presenciais retornem no segundo semestre, de forma híbrida, e as remotas iniciem no próximo dia 26 de maio.

“Entendemos necessidade de greve quando não há diálogos, mas neste caso, o diálogo está aberto”, garantiu a secretária.

A greve da Educação iniciou nesta quinta-feira (14), em Rio Branco, com manifestações pacíficas em frente ao Palácio do Governo.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.