18 C
Rio Branco
7 maio, 2021 12:58 am

“Sou avó aos 35 e minha mãe é bisavó aos 57”, conta australiana

Casey Maree Seckold, de Sydney, é 16 anos mais jovem do que a média inicial de avós na Austrália. Já Cathy, mãe de Casey, tornou-se bisavó aos 57

POR CRESCER

Uma nova avó australiana contou que é constantemente confundida com a mãe do seu neto quando estão em público e que as pessoas costumam pensar que sua filha é sua irmã. Com apenas 35 anos, Casey Maree Seckold, de Sydney, é avó de Ashton, 1 ano, filho de sua caçula, Nakita, 18 anos. Em entrevista ao The Sun, ela contou que a melhor parte de ser uma avó jovem é que se tem energia para acompanhar os pequenos. “É ótimo que você tenha energia para acompanhar seu filho e também é fantástico quando ele chega à adolescência, porque você ainda pode se lembrar da sua”, afirmou Casey, que também é mãe da estudante Annaliese, 19, que não tenho filhos.

“Quando estou nas lojas com Ashton e Nakita, as pessoas simplesmente presumem que sou sua mãe e falam comigo sobre ele. “E é muito lisonjeiro ser confundido com a mãe dele e não com sua avó! Eles também acham que Nakita é minha irmã, não minha filha! O fato de sermos confundidos com irmãs só me faz rir”, disse. “Eu também era uma jovem mãe”, disse Casey. “Eu tinha 16 anos quando tive minha primeira filha, Annaliese, então sei o que é bom em ser mãe jovem e quais são os desafios. Além disso, enquanto eu estava criando minhas filhas com o pai delas, Nakita está fazendo isso sozinha, o que é difícil”, comentou.

Leia mais em Crescer, clicando AQUI.