21.3 C
Rio Branco
30 julho 2021 9:13 pm

Após perder anunciantes, Sikêra Jr diz que se “excedeu” em discurso homofóbico e pede perdão

Dias depois de causar polêmica e até perder anunciantes, Sikêra Jr decidiu mudar o tom e pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos pelo discurso homofóbico que proferiu recentemente

POR RD1

Dias depois de causar polêmica e até perder anunciantesSikêra Jr decidiu mudar o tom e pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos pelo discurso homofóbico que proferiu recentemente.

No Alerta Nacional desta terça-feira (29), o apresentador disse que se “excedeu” ao tentar “proteger a inocência das crianças”.

Logo no início da atração, o jornalista disse que recebeu mensagens de apoio nos últimos dias, mas também comentou que foi alvo de muitas críticas e ataques. Ele ainda ressaltou que colegas da emissora paulista também foram atacados.

“Tudo o que eu falo neste programa é de minha responsabilidade. Eu nunca fugi e não vai ser agora que vou fugir da minha responsabilidade. […] Todo mundo sabe do respeito que tenho por cada um e não importa sexo, tá? Aqui todo mundo é tratado com muito carinho. Eu desafio qualquer um que me critica encontrar em outro jornal policial ou não tantos homossexuais trabalhando na frente e atrás das câmeras como nesse programa, sem qualquer orientação para se esconder”, iniciou o famoso.

Sikêra Jr garantiu que faz questão de “trabalhar com pessoas que se sintam livres para dizer o que pensam”, mas fez ressalta sobre a polêmica, que teve início com um comercial do Burger King. “Mas eu, como pai e avô, não posso me calar com crianças sendo utilizadas para vender uma ideologia. Criança precisa brincar e estudar”, declarou ele.

“Eu preciso reconhecer que me excedi, no calor do comentário querendo proteger a inocência das crianças, que eu defendo não é de hoje. Eu posso ter usado palavras que me arrependo. Sou humano. Quantas vezes eu já falei aqui que ‘errei, erro e vou errar’. Já errei, eu erro e irei errar. O que tenho eu sofrido com essa situação… ninguém está imune de errar”, confessou o polêmico apresentador.

V! ainda pediu desculpas: “Eu tenho a responsabilidade de pedir desculpas publicamente. Eu aprendi muito com essa lição. Eu vou seguir aqui na batalha para defender a família tradicional, as crianças, mas sem nunca desrespeitar quem pensa diferente de mim. Você que discorda também é bem vindo aqui. Aqui não tem censura”.

“Vou continuar defendendo a família brasileira e a criança”, declarou o jornalista, que mais uma vez voltou a pedir desculpas, apesar de manter a sua opinião sobre o assunto: “A você que se sentiu ofendido, eu lhe peço perdão. Me extrapolei como nunca, revoltado com o que eu vi naquele comercial, que continuo contra. A minha opinião continua a mesma. Mas para você que se sentiu ofendido, o que eu posso fazer é dizer: me perdoe”.

Dor de cabeça

Após o polêmico comentário, ontem (28), Dia do Orgulho LGBTQIA+, o movimento Sleeping Giants Brasil mobilizou os seus mais de 435 mil seguidores no Twitter e pressionou diversas marcas a abandonarem as cotas de patrocínio do Alerta Nacional, da RedeTV!/TV A Crítica, programa apresentado por Sikêra Jr.

O movimento nas redes chamou a atenção da MRV Engenharia, Ultrafarma, Caixa e outras empresas. Em nota, a MRV disse que “acredita na diversidade e não compactua com qualquer forma de preconceito” e afirmou que “o programa Alerta Amazônia/Nacional já não faz mais parte dos nossos planos de mídia”.

A Tim, empresa de telefonia móvel, encerrou o acordo comercial com a RedeTV! e a TV A Crítica na semana passada. “Desde a semana passada, realizamos a suspensão da veiculação, que é automática pela plataforma de anúncio, nesse canal. Reforçamos que a Tim mão está ligada a movimentos, nem compactua com disseminação de notícias falsas e discursos de ódio”, declarou a assessoria da empresa.

A HapVida, empresa de plano de saúde conhecida no Norte e Nordeste do país fez o mesmo. “Não apoiamos forma alguma de preconceito, seja social, de credo, raça, gênero ou orientação sexual. No momento, suspendemos o patrocínio do Alerta Amazonas. Estamos sempre trabalhando por uma sociedade mais saudável”, expôs.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.