17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 7:22 am

Cantor sertanejo fica desesperado, é enterrado vivo e acorda arranhando o caixão

POR MOVIMENTO COUNTRY

Uma história macabra envolvendo um famoso cantor sertanejo é assunto há décadas na cidade de Mogi das Cruzes (SP) e nos bastidores da música sertaneja, e voltou a ser destaque na internet após uma publicação do portal EnterHits.

Muitos enigmas rondam a morte de Aladim, que aconteceu em 1992 e deixou os fãs da música sertaneja enlutados com a perda, já que a dupla sertaneja se consolidava como uma das maiores naquela época. No entanto, a cidade em que ele viveu e foi enterrado nunca mais foi a mesma após rumores surgirem de que ele teria sido enterrado vivo e a família descoberto durante uma inspeção.

Segundo contam Enio Silvério e Reinaldo Barriga no vídeo mais recente do podcast EnterHits, Aladim morreu devido a uma parada cardiorrespiratória em uma cirurgia no dentista, quando a anestesia deu complicações nos órgãos do cantor. Ao que parece, o cantor sertanejo tinha catalepsia, uma doença rara em que o paciente fica incapaz de mexer o corpo, a cabeça ou até falar. Em alguns casos, a catalepsia pode ser confundida com a morte, pois a respiração e o coração também param, podendo durar desde alguns minutos até dias.

A descoberta teria acontecido após uma inspeção no túmulo do cantor sertanejo, que deixou dois filhos. Segundo os boatos, Aladim teria sido encontrado revirado no caixão, enquanto a parte interior do mesmo estava toda arranhada pelas unhas do cantor, o que deu a ideia de que ele morreu sufocado quando tentava sair do caixão. Apesar dos fortes rumores, a administração do cemitério local sempre negou os boatos e a família nunca se pronunciou efetivamente sobre o assunto.

Assista o vídeo com os detalhes desta história:

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.