23.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 4:39 pm

Recordista em tatuagens corta nariz e vira o “Caveira”

"O pobre, para ser diferente, precisa tatuar o corpo inteiro, não tem outra forma de aparecer”, diz Fernando Oliveira

POR METRÓPOLES

Considerado em 2014 o homem mais tatuado do Brasil, Fernando Franco de Oliveira cortou o nariz e, agora, está mais próximo da figura que representa seu apelido, o “Caveira”.

Dono de um estúdio de tatuagem em Tatuí, cidade do interior paulista, Fernando disse ao G1 ser “viciado na dor das agulhas”.

Com 99% de seu corpo tatuado, ele diz que não pretende parar com as modificações corporais, que já contam com língua bifurcada, dentes de vampiro, chifres e orelhas cortadas.

“Tenho tudo tatuado, só falta a palma das mãos e a sola dos pés. Eu gosto muito da dor da agulha, aí de vez em quando sinto a necessidade de retocar porque não tenho mais espaço no corpo”, conta Fernando.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.