33.3 C
Rio Branco
20 setembro 2021 11:39 am

Peça teatral marca o retorno de atividades culturais com a presença do público, no AC

“Nós: um ensaio antes que tudo acabe” é o nome da peça que estreia nesta sexta na Usina de Artes “João Donato”

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 13/08/2021 12:23

Dois atores querem montar um espetáculo mas, de repente, têm uma espécie de bloqueio criativo e passam a questionar a situação e concluem que o problema está relacionado à situação social e política do país e ainda uma crise sanitária causada por uma pandemia jamais registrada na história da humanidade. Qualquer semelhança com seres ou fatores da vida real, não terá sido mera coincidência ou não. Muito pelo contrário.

Este é o enredo central a peça “Nós: um ensaio antes que tudo acabe”, que entra em cartaz nesta sexta-feira (13), na Usina de Artes “João Donato”, a partir das 19 horas, com entrada gratuita. A estreia marca o retorno das atividades teatrais e culturais com a presença de público na Capital após um ano e meio de paralisação por conta da pandemia do coronavÍrus, que, claro, é tema também do espetáculo.

A peça tem uma hora duração E foi montada com recursos da lei de incentivo à cultura da Fundação “Elias Mansour”, do Governo do Estado, pela companhia de “Tanto de Lá Quanto de Cá – Teatro de Fronteira”.

A companhia foi fundada em 2014 por dois atores e uma atriz, “com o pensamento e o desejo de circular com seus espetáculos por toda a região”, diz um dos fundadores, o diretor e ator Yuri Montezuma. O sonho da fundação foi praticamente correspondido, ao longo dos seus sete anos de existência a companhia já realizou seis espetáculos inéditos: “A Farra dos Inimigos do Povo”, “O Menino Nuvem”, “Noite de Diabo Danado”, “Oração Para um Pé de Chinelo”, e agora traz aos palcos o seu mais novo trabalho: “Nós – Um Ensaio Antes que Tudo Acabe”.

A companhia já participou de cinco festivais internacionais na Bolívia e Peru. Em 2018, circulou toda região Norte do Brasil com o espetáculo “Oração Para um Pé de Chinelo”, e no mesmo ano realizou apresentação única do espetáculo na UNIRIO.

Dentro de suas produções também existem a publicação de livros: Alzira de Flávio Lofêgo, Dramaturgia de Yuri Montezuma e Dramaturgia traduzido para o espanhol – de Yuri Montezuma (em fase de finalização).

O nome da Companhia, “Tanto de Lá Quanto de Cá”, é em referência aos seu fundadores, pois cada um deles vem de uma região do Brasil: Daya Souza, do Mato Grosso, Venicio Todelo, de São Paulo, e Yuri Montezuma, do Acre. A ficha Técnica do espetáculo que estreia hoje que fica em cartaz até o próximo dia 28 é a seguinte: Texto e Direção: Yuri Montezuma; Figurino: Jaqueline Chagas e Yuri Montezuma; Música: Denilson Carneiro; Iluminação: Luiz Rabicó; Operação de Luz: Mariana Soares; Atuação: Jaqueline Chagas e Yuri Montezuma: Arte Gráfica: Mayara Montenegro, e Costureira: Dona Ivone.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.