41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 12:35 pm

Asteroide do tamanho de um carro passou raspando na Terra na última terça

POR ISTOÉ DINHEIRO

Última atualização em 12/09/2021 10:33

Na última terça (7), um asteroide do tamanho de um carro passou raspando na Terra e a trajetória exata só foi calculada poucas horas após sua descoberta, segundo o site americano especializado em astronomia EarthSky.

O objeto espacial foi descoberto por astrônomos do observatório do Monte Lemmon, no Arizona (EUA), e recebeu o nome 2021 RS2.

De acordo com o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (Center for Near-Earth Object Studies) da Nasa, citado pelo site, a menor distância entre o asteroide e nosso planeta se deu às 04h28 de quarta (8/9).

Ele é a rocha espacial que passou mais perto da Terra em 2021, segundo o EarthSky, e o 81º asteroide deste ano com trajetória incluída na distância entre a Lua e nosso planeta (que é de 384.400).

Na verdade, o 2021 RS2 cruzou o céu a apenas 15.340 km da superfície terrestre. Para se ter uma ideia de quanto isso é pouco, basta imaginar que o diâmetro da Terra é de cerca de 12.742 km e que o asteroide recém-descoberto passou a pouco mais de um “planeta” de distância da gente.

Como mostra o site especializado, a rocha espacial estava viajando a 63.353 km/h ou 17,59 km/s.

A boa notícia é que o objeto é considerado pequeno, com tamanho estimado em apenas 3,5 m de diâmetro. Não seria capaz de nos colocar em perigo se tivesse chocado contra a Terra.

O atrito com a atmosfera teria causado sua desintegração em forma de um meteoro brilhante e impressionante cruzando os céus, revela o EarthSky.

Asteroides pequenos como esse não são fáceis de rastrear, explica o site americano. Eles são especialmente difíceis de detectar quando localizados a certa distância da Terra. À medida que se aproximam, é mais provável que os localizemos.

Algumas décadas atrás, não teríamos sido capazes. Asteroides maiores, por outro lado, geralmente refletem a luz solar com mais eficiência. Portanto, podemos vê-los de uma distância maior e, muitas vezes, semanas antes de sua trajetória cruzar a do nosso planeta, afirma o EarthSky.

As rochas gigantescas, com centenas de quilômetros de extensão, costumam ter suas órbitas rastreadas constantemente.

O astrônomo Kacper Wierzchos fez a descoberta do 2021 RS2 em 7 de setembro usando um telescópio de 1,52 m instalado no Monte Lemmon, nos Estados Unidos.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.