33.9 C
Rio Branco
24 setembro 2021 5:12 pm

‘Tsunami solar’ pode derrubar internet no mundo na segunda-feira

POR GQ

Última atualização em 05/09/2021 10:09

O Sol está agitado e isso pode trazer sérios problemas aos serviços de internet ao redor do mundo, principalmente na América do Norte, onde os cabos que transmitem os sinais digitais estão mais expostos às ejeções de massa coronal. De acordo com o SpaceWeather.com, uma espécie de “tsunami solar” movimentou a superfície da nossa estrela na última quinta-feira (26/08), o que lançou uma massa de partículas em nossa direção.

Como o astro está a aproximadamente 150 milhões de km da Terra, a onda de energia chegará ao planeta na segunda-feira (06/09), podendo causar uma tempestade geomagnética de classe G1. A chance disso acontecer varia entre 1,6% e 12%, mas, caso ocorra, os efeitos serão catastróficos para as redes de internet.

Uma pesquisa apresentada na conferência de dados SIGCOMM 2021 nesta semana apontou que a vulnerabilidade da América do Norte perante às ejeções de massa coronal pode interromper os serviços de internet durante meses. Estima-se que para cada dia sem conexão os EUA percam cerca de US$ 7,2 bilhões, em uma crise sem precedentes.

A Terra tem defesas naturais contra as explosões solares. Quando as rajadas de radiação vêm em direção ao planeta, a magnetosfera envia partículas carregadas aos pólos, o que cria uma espécie de pára-raios. O resultado da absorção são as famigeradas auroras boreais. Todavia, o que aconteceu na última quinta-feira é um pouco mais grave.

Diferente das explosões solares, as ejeções de massa coronal, causadas por raras tempestades magnéticas, criam enormes nuvens de plasma que podem danificar severamente as redes de energia. O sistema de abastecimento elétrico foi projetado para amenizar os efeitos do magnetismo, mas o de internet não. “A comunidade ignorou amplamente esse risco durante o planejamento das redes e sistemas geodistribuídos, como DNS e centros de dados”, diz o relatório divulgado na SIGCOMM 2021.

Leia mais em GQ, clicando AQUI.

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.