29.3 C
Rio Branco
7 dezembro 2021 12:44 pm

Luiz Bacci processa Felipe Prior após ter celular vazado

POR EM OFF

Última atualização em 22/10/2021 18:12

O jornalista e apresentador Luiz Bacci, que comanda o Cidade Alerta, na Record TV,

No texto da ação, ao qual o EM OFF teve acesso com exclusividade, Luiz Bacci pede uma indenização de R$ 44 mil por danos morais. O apresentador da Record TV também pediu uma tutela antecipada, solicitando que Felipe Prior ficasse proibido de citá-lo. O pedido foi acatado. Uma audiência de conciliação foi marcada para fevereiro de 2022 e o ex-brother do BBB20 pode apresentar sua defesa.

A briga entre Luiz Bacci e Felipe Prior começou após as acusações de estupro que três mulheres fizeram contra o ex-BBB. Em abril de 2020, a revista Marie Claire publicou uma reportagem na qual três vítimas acusavam o arquiteto de estupro ou tentativa de estupro. Os crimes teriam ocorrido entre 2014 e 2018. Após a denúncia, o caso foi repercutido no Cidade Alerta, programa apresentado por Bacci na Record TV.

No documento, a defesa de Bacci diz que o apresentador e o arquiteto trocaram mensagens no começo desse ano. Nas conversas, o apresentador diz que não tem nada contra o ex-BBB e sugere que ele fale abertamente sobre as acusações. No dia 17 de outubro deste ano, no entanto, Prior divulgou no seu Instagram, segundo a acusação, as conversas particulares mantidas com Bacci sem consentimento do comunicador.

Notamos que as mensagens trocadas entre o autor e o réu, pelo Instagram , desde 13 de março de 2021 foram divulgadas na íntegra (…) com o único intuito de perseguição em razão do autor ter feito a cobertura jornalística dos casos em que o réu é acusado de estupro“, diz a defesa do jornalista. “Além de divulgar as conversas particulares, verificamos que o réu incita a violência e o ódio contra o autor nas redes sociais“.

Ainda na acusação, Luiz Bacci diz que, além da divulgação das mensagens, Felipe Prior ainda compartilhou o número de telefone do apresentador, “tendo recebido no dia 17 de outubro de 2021, mais de 41 ligações e 466 mensagens de conversas“. A ação, de acordo com a defesa, causou “constrangimento indevido” ao comunicador, “já que a sua intimidade-privacidade foi divulgada e exposta na internet“.

A conduta do réu [Felipe Prior], sem dúvida, causou danos à imagem, à honra e ao bom nome do autor, que recebeu dezenas de ligações e centenas de mensagens indevidas com gozações através da divulgação do seu número pessoal de WhatsApp, que circulou mundialmente“, reforça o texto do documento. Além da indenização de R$ 44 mil, a defesa pede que o ex-BBB “se abstenha de divulgar as conversas particulares” tidas com Bacci, sob pena de multa diária de R$ 1 mil, mas a Justiça não acatou esse pedido. (Colaborou Danilo Reenlsober)

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!