24.3 C
Rio Branco
4 dezembro 2021 11:29 pm

Tribunal rejeita recurso e nega a Roberto e Erasmo a posse de 72 músicas

O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão que rejeitou o pedido feito por Roberto e Erasmo Carlos para recuperar a posse de 72 músicas

POR UOL

Última atualização em 23/11/2021 08:36

O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão que rejeitou o pedido feito por Roberto e Erasmo Carlos para recuperar a posse de 72 músicas, entre as quais clássicos como “Namoradinha de um amigo meu”, “É preciso saber viver” e “Se você pensa”.

Em 2019, Roberto e Erasmo entraram na Justiça contra a editora Fermata pedindo a rescisão de contratos assinados entre 1964 e 1987. Eles argumentaram que nunca tiveram a intenção de ceder à editora os direitos autorais, mas apenas dado o direito de exploração e de gestão comercial das obras.

Segundo a defesa de Roberto e Erasmo apresentada à Justiça, eles não pretendiam, em momento algum, “vender'” suas obras, mas apenas “licenciar” a uma empresa especializada a administração de parte do repertório, “com vistas a potencializar os benefícios econômicos de suas criações”.

A dupla, no entanto, não conseguiu convencer a Justiça e perdeu o processo em primeira instância.

Roberto e Erasmo recorreram, então, da decisão ao Tribunal de Justiça, mas, em acórdão publicado na sexta (19 de novembro), os desembargadores da 1ª Câmara de Direito Privado decidiram que os músicos não têm mesmo razão. Segundo eles, está muito claro nos contratos que houve, sim, a transferência dos direitos autorais para a editora.

Ou seja, a Fermata é a proprietária das 72 músicas, embora continue com a obrigação de pagar um percentual sobre os rendimentos obtidos a Roberto e Erasmo.

A decisão não afeta os chamados direitos morais sobre as obras. Roberto e Erasmo continuam com o poder, por exemplo, de vetar eventuais alterações nos arranjos ou impedir que as músicas sejam usadas em campanhas publicitárias.

Os músicos ainda podem recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Veja abaixo quais músicas os direitos patrimoniais não pertencem mais a Roberto e Erasmo Carlos.

– A Bronca da Galinha

– A Tristeza do Pinduca

– A Volta

– Allting Forandras Utom Varens ( versão)

– Alô Benzinho

– Canção de Enganar o Coração

– Champagne (Namoradinha de um Amigo Meu)

– Coqueiro Verde

– Deixe-me Outro Dia, Menos Hoje

– Dejame Otro Dia

– Desamarre Meu Coração

– Dizem que um Homem Não Pode Chorar (versão)

– Du Bist Die Sonne in Meinem Augen

– É Difícil Amar na Minha Idade

– É Duro ser Estátua

– E Por Isso Estou Aqui

– É Preciso Saber Viver

– Edifício Carinho

– El Regreso (versão da obra a volta)

– Ela é Boa

– Emoção

– Enamorado de La Novia de Un Amigo Mio (versão)

– Es Preciso Saber Vivir (versão)

– Estoy Enamorado de Ti (versão)

– Estou Apaixonado por Você

– Gotta Love Feeling (versão)

– I’ll Just Sit Here (versão)

– Lo Mi Sento Abbandonato (versão) 1966

– Johnny Furacão

– Láppuntamento

– La Donna de um Amico Mio

– La Enamorada de Un Amigo Mio (versão)

– Largo Tudo e Venho te Buscar

– Le Rendez-Vous (versão)

– Lo Importante Es Saber Vivir

– Lucinha

– Meu Primeiro Amor

– Milhões de Vezes

– My Existence (versão)

– Namoradinha de Um Amigo Meu

– Não Adianta mais Ficar me Esperando

– Não Adianta Nada

– Não é Papo para Mim

– Não Quero Mais Saber de Mim

– Necesito llamar se Atencion (versão)

– O Dono da Bola

– Muro de Berlim

– Papai Noel Apanhou um Resfriado

– Peço a Palavra

– Preciso Chamar sua Atenção

– Preciso Encontrar um Amigo

– Promessa

– Promessa (versão)

– Que Bobo Fui

– Se Você Pensa

– Sentado à Beira do Caminho

– Sentado a la Vera del Camino (versão)

– Sentado a la Vera del Camino (outra versão)

– Se tu Piensas

– Sitting in this Ugly Road (versão)

– Sou Feliz com Mamãe

– Telefonema

– Tenho Raiva do Mundo

– Todo Mundo Está Falando (versão)

– Tomodachi no Koibito (versão)

– Você Sabe que Eu Não Volto Outra Vez

– Você Tem que Mudar Meu Bem

– Você Vai Perder seu Bem

– Vou Deixar

– Vou Fechar a Porta

– Vou ficar Nú para Chamar sua Atenção

– Vou Recomeçar

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.