26.3 C
Rio Branco
20 maio 2022 2:55 pm

Inocente, homem negro fica preso irregularmente por 14 dias

POR METRÓPOLES

Última atualização em 24/01/2022 13:47

Apesar de inocente, o auxiliar de serviços gerais Edvaldo Andrade Santos, de 48 anos, ficou 14 dias preso no presídio de Caldas Novas (GO) por crimes que ele não cometeu. Natural da Bahia, ele teria sido confundido pela Justiça com um de seus irmãos, com o qual ele sequer tem contato há 10 anos.

Edvaldo ficou preso entre os dias 7/1 e 21/1. Ele só foi solto após o pedido de revogação da prisão feito pelo advogado Adoelton Lima. Ele mora com a família na cidade goiana e os crimes teriam sido cometidos em Ruy Barbosa (BA), entre fevereiro e julho de 2021. O mandado de prisão foi expedido pela Justiça baiana.

O advogado não sabe ao certo como o nome dele foi associado aos crimes investigados. Ele explica, somente, que no relatório da investigação da polícia é utilizado, o tempo todo, um apelido atribuído a um dos irmãos de Edvaldo. Irmão este, que estaria , inclusive, morando em São Paulo.

Engano

Em algum momento, acredita o advogado, houve o engano por parte da Justiça e o nome do auxiliar de serviços gerais foi citado indevidamente no processo. No pedido de soltura, a defesa de Edvaldo anexou documentos que comprovam que ele estava trabalhando em Caldas Novas no dia em que os crimes teriam ocorrido em Ruy Barbosa.

Leia mais em Metrópoles.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.918 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.