26.3 C
Rio Branco
20 maio 2022 2:53 pm

Com palestra sobre fake news, MPAC lança 13ª edição do Prêmio de Jornalismo

POR ASCOM

Última atualização em 13/05/2022 15:47

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) lançou nesta quinta-feira (12), a 13ª edição do Prêmio de Jornalismo. O evento, realizado em formato híbrido no auditório da instituição e com transmissão pelo canal do MPAC no YouTube, contou com a palestra “A estrutura de uma notícia falsa e seu poder de convencimento”, ministrada pelo cientista político e professor de direito constitucional da Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), Ulisses Melo.
A 13ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC tem como tema a “Cidadania transformada em notícia”. A premiação representa o reconhecimento do MPAC à função social da mídia e sua importante contribuição como formadora de opinião e difusora de informações.  Ao abrir o evento, o procurador-geral de Justiça, Danilo Lovisaro do Nascimento, celebrou a nova edição da premiação e falou sobre o tema da palestra.
“Um jornalismo que não leva desinformação é essencial para a democracia e para a formação de opinião dos cidadãos, e é esse o jornalismo que a grande maioria em nosso estado faz. O Prêmio de Jornalismo do MPAC valoriza o jornalismo sério e comprometido com a apuração da verdade”, afirmou o PGJ.
O senador Sérgio Petecão e a secretária estadual de Comunicação, Nayara Lessa, também valorizaram o lançamento da nova edição do Prêmio de Jornalismo.
“Fiz questão de vir para expressar meu sentimento e meu respeito por essa instituição e também prestigiar os amigos da imprensa. Quero parabenizar o MPAC por mais uma edição deste prêmio. É importante termos uma imprensa forte e eventos como esse ajudam a melhorar os nossos meios de comunicação”, destacou o senador.
“Agradeço ao MPAC que há 13 anos vem valorizando todos os profissionais jornalistas. O Prêmio de Jornalismo é uma grande referência para todos nós, para que esses profissionais possam cada vez mais prestar um serviço de relevada importância para o nosso estado”, frisou a secretária estadual de Comunicação.
O palestrante Ulisses Melo iniciou sua apresentação falando sobre o conceito, distribuição e estrutura das notícias falsas. Também apontou estratégias desinformativas mais utilizadas, como por exemplo a descontextualização, com informações originalmente verdadeiras apresentadas em outro contexto; os ataques, que são acusações em manada contra um indivíduo ou instituição; e a desinformação, definida como histórias criadas a partir de montagens ou relatos falsos.
Ele reforçou como as redes sociais são hoje um dos principais meios de distribuição de notícias falsas, ressaltando características dos grupos que mais propagam e da estrutura dessas notícias. Por fim, apontou formas de combater a desinformação na internet, com o combate no consumo, na fonte e no endosso das informações falsas.
“Incentivos ao processamento analítico de informações, para analisar a probabilidade de uma notícia ser falsa e perguntar ao usuário se ele deseja realmente compartilhá-la, a coibição de páginas distribuidoras de desinformação, com custos reputacionais significativos para quem produz esse tipo de conteúdo, e a punição de lideranças políticas que endossam e compartilham essas informações são algumas das estratégias possíveis no combate à desinformação”, explicou o palestrante.
Sobre o Prêmio de Jornalismo

Em sua 13ª edição, o Prêmio de Jornalismo do MPAC terá quatro categorias, distribuídas entre imagem, mídia audiovisual e mídia escrita, além dos destaques acadêmicos. Serão concedidos troféu e prêmio em dinheiro aos melhores trabalhos em cada categoria. Os trabalhos vencedores serão anunciados durante cerimônia a ser realizada até o fim do ano. O regulamento e o formulário de inscrição no concurso estão disponíveis no site premiodejornalismo.mpac.mp.br.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.918 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.