21 de junho de 2024

Rio Acre pode atingir 12 metros nas próximas 48 horas e situação deve piorar no fim de semana

Na manhã desta quinta-feira (22), o Rio Acre amanheceu com 86 centímetros a mais do que nas últimas 24 horas

Chuvas intensas atingiram a capital acreana e diversos municípios ao longo da bacia do Rio Acre, por isso, o nível das águas deve aumentar e a previsão da Defesa Civil de Rio Branco não é boa. Segundo o coordenador do órgão, o tenente-coronel Cláudio Falcão, nas próximas 48 horas o Rio Acre deve atingir 12 metros, acima da cota de atenção, que é de 10 metros e próximo da cota de alerta, de 13,50m.

SAIBA MAIS: Rio Acre ultrapassa cota de alerta e já desabriga mais de 50 famílias no interior do Estado; veja situação

Na manhã desta quinta-feira (22), o Rio Acre amanheceu com 86 centímetros a mais do que nas últimas 24 horas. Segundo a medição das 6h desta quinta-feira, a régua mediu 9,20 metros, sendo que na última quarta-feira (21), também às 6h, o manancial mediu 8,34 metros.

Régua fica fincada no Rio Acre, bem na Gameleira/Foto: Odair Leal

“Até esta sexta-feira essas águas estão descendo o rio, elas chegam em Rio Branco. Ao chegar aqui, ela vai impactar a gente em torno de três metros, e com mais água do que já temos da própria região, a gente chegaria a 12 ou mais metros, essa é a expectativa. Até o final de sexta-feira para sábado, já vamos alcançar uma cota mais preocupante”, disse.

Ainda de acordo com os dados, nas últimas 24 horas, foram registrados 56,2mm de chuvas na capital, mas segundo o tenente-coronel, a previsão é de mais chuva para as próximas horas. Em 2023, com as fortes chuvas, alguns igarapés tiveram um grande aumento no nível das águas e inundaram ruas e bairros de Rio Branco. Com essas chuvas das últimas 24 horas, os igarapés registraram um aumento, mas ainda dentro das calhas, segundo o coordenador da Defesa Civil.

“Eles não transbordaram mas precisamos permanecer vigilante. Agora já fizemos os pontos de monitoramento que nós temos e todos estão relativamente dentro da calha, mas como a chuva continua forte, a gente vai continuar monitorando. Não transbordou nenhum ainda mas é sempre um motivo de preocupação para a gente, mas algumas ruas sofreram inundações, mas sem necessidade de intervenção, pois esses alagamentos de rua, a partir do momento que a chuva cessa, ele já resolve”, disse.

Ainda segundo o coronel, uma família precisou ser retirada, mas por vontade própria, sem maiores transtornos.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost