19 de abril de 2024

Ator da Record foi morto após ser atraído para encontro sexual

As investigações da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense revelaram outras vítimas do grupo criminoso que vitimou Edson Caldas

Foto colorida do ator da Record Edson Caldas Barboza - Metrópoles

Reprodução

Os criminosos acusados de matar o ator da Record, Edson Caldas, atraíam suas vítimas com a promessa de um encontro sexual, através de um aplicativo de relacionamento. A informação foi descoberta pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense durante as investigações, que ainda estão em andamento e já prendeu dois suspeitos e apreendeu a arma usada no crime.

Segundo a polícia, Edson oi atraído para Engenheiro Pedreira, no município de Japeri, que fica na Baixada Fluminense, e acabou caindo em uma armadilha. Levado para a delegacia, um dos homens detidos confessou outros três assassinatos com o mesmo modo de atuação.

Ainda segundo relato da polícia, ao chegar no local marcado, Edson foi surpreendido e rendido pelos criminosos, que o obrigaram a fazer transferências bancárias e levaram outros pertences pessoais, como relógio.

Após ser vítima de roubo, o ator foi amarrado e colocado na mala do seu próprio carro, um Fiat Doblo. Em seguida, a vítima foi levada para um matagal próximo ao Rio Guandu, em Seropédica, onde foi executada. Os bandidos fugiram no carro do ator.

Instagram/Reprodução

A corporação revelou que o grupo usava um um site de troca de casais para atrair as vítimas. Depois do primeiro contato, eles marcavam um encontro na fábrica de gelo de um dos autores, em Japeri, ou na casa da pessoa. Chegando lá, realizavam o ritual de roubo, espancamento e morte, como aconteceu com Edson.

As investigações continuarão durante a prisão temporária dos dois suspeitos. O objetivo da polícia é identificar as mulheres envolvidas no esquema criminoso e localizar o terceiro homem, já identificado.

A primeira identificação do corpo de Edson foi feito através do depoimento de um dos homens presos, além disso as descrições dadas pela família concidem. Para confirmar a identidade do ator, será realizado um exame de DNA.

A localização do corpo

Na quinta-feira (29/2), a Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou em Seropédica, na Baixada Fluminense, o corpo do ator da Record TV que estava desaparecido desde o início de fevereiro, Edson Caldas Barboza, de 29 anos.

A Delegacia de Homicídios da região prendeu dois suspeitos, Jairo Inácio Correia e Renan Calixto de Lima, sob acusação de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Um dos bandidos confessou envolvimento no crime.

A família do artista foi chamada para a realização de um exame de DNA, por conta do estado avançado de decomposição do corpo, que impossibilitaria o reconhecimento facial.

Conhecido por seu papel na novela Gênesis, Caldas foi visto pela última vez na noite do dia 2 de fevereiro, entrando em seu automóvel.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost