29 de maio de 2024

Pimenta: ministros de Lula anunciam R$ 1 bi ao Acre, mas políticos bolsonaristas se negam a aceitar

Veja detalhes na coluna Pimenta no Reino, do jornalista Matheus Mello

O Acre recebeu nesta semana a visita de 5 ministros do presidente Lula, que anunciaram nada mais nada menos de cerca de R$ 1,1 bilhões em recursos para o estado. Esse sem sombra de dúvidas será um dos maiores investimentos que o Acre recebeu de uma vez só. Dizem por aí, que em menos de uma semana, o governo Lula já mandou mais dinheiro para o Acre do que em 4 anos de governo Bolsonaro.

Essa é a prova para os eleitores do ex-presidente que a achavam que Lula iria largar a mão Acre. Por aqui, o presidente teve uma das menores votações proporcionais do país. O próprio governador Gladson Cameli reconheceu o esforço do governo federal: “Lula nunca virou as costas para o Acre”, disse em alto e bom som durante a reunião com governadores de 8 estados.

Os ministros Wellington Dias e Paulo Teixeira ao lado de Gladson no 27º Fórum de Governadores em Rio Branco/Foto: Juan Diaz/ContilNet

Falou e disse

Porém, em uma das visitas do ministro Paulo Teixeira, do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, na sede do Incra no Acre, o presidente da ApexBrasil, o ex-governador Jorge Viana (PT) disse algo no discurso que merece ser ouvido: políticos bolsonaristas do Acre não dão o devido reconhecimento aos investimentos repassados pelo presidente Lula.

“Não citam o nome do presidente, mas é ele quem está mandando todo esse dinheiro para o Acre”, expôs Jorge.

Dói falar?

Em nenhum momento, durante os anúncios do envio de repasses bilionários no Acre, nomes ligados ao bolsonarismo agradeceram ao governo federal pela ajuda, que inclusive, era o mínimo para manter a boa relação entre os poderes estadual e federal, principalmente para um estado que precisa 100% dos repasses de Brasília.

Precisa destacar

Um nome que também chegou a mandar quantias grandiosas para o Acre foi o senador Marcio Bittar, que quando foi relator do orçamento, mandou mais de R$ 1 bi para o estado.

Supresa!

Por outro lado, uma política bem bolsonarista, surpreendeu e apareceu colada lada a lado aos ministros durante toda a semana: a deputada Antônia Lúcia. Para além disso, ela ainda soltou um ‘Viva, Lula’ na frente dos ministros. Fez mais do que muitos parlamentares da base do presidente.

Calou a boca

A ministra Marina Silva calou a boca das pessoas que diziam que ela nunca havia feito nada de bom para o Acre. A ministra escolheu o estado como o primeiro do país a receber recursos do Fundo Amazônia. É isso que Marina faz! Ela é grandiosa!

Reconhecida

Mesmo sem ter mandato, a diretora da ABDI, Perpetua Almeida segue sendo lembrada em todas as agendas federais como um dos maiores nomes do Acre em Brasília. Todos os ministros fizeram questão de lembrar dela e evidenciar o trabalho da ex-deputada, que merecia ter sido reeleita.

Democrata

Gladson é um democrata e mantém relação boa com todos os políticos, independente de bandeira partidária. Ficou claro quando ele recebeu o ex-senador Sibá Machado no Palácio Rio Branco. O governador brincou, jantou e conversou com um dos seus maiores críticos.

Longe do bolsonarismo

Cada vez mais distante do Bolsonarismo, Gladson sabe que precisa ter uma relação boa com o presidente Lula, mesmo correndo o risco de perder votos no Acre, com uma eleição para o Senado em 2026. O governador sabe ser grato, coisa que falta em muitos políticos.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost