Família sobrevive a acidente de carro em trecho da Estrada do Pacífico na BR-317

eles trafegavam em um carro modelo Cobalt/Chevrolet indo em direção ao município de Assis Brasil, quando de repente ao realizar uma curva o pneu do carro derrapou no acostamento

Neste domingo 5 pessoas a bordo de um veículo de passeio se envolveram em um acidente automobilístico na BR-317, no trecho denominado como Estrada do Pacífico.

De acordo com informações repassadas pelo motorista, eles trafegavam em um carro modelo Cobalt/Chevrolet indo em direção ao município de Assis Brasil, quando de repente ao realizar uma curva o pneu do carro derrapou no acostamento, fazendo com que o veículo começasse a rodar sem controle até atingir o barranco.

13658981_1095215420521770_3942497686469027247_nDentro do carro encontravam-se Dhyekson Silva Santos, de 26 anos, Maria Francilene Teixeira do Santos, de 20 anos, Zuleide Correira da Silva, de 51 anos, Dheine Silva Santos, de 24 anos, além de um menor não identificado.

Ainda de acordo com Dhyekson, o motorista do automóvel, o objetivo da viagem seria para que ele atendesse a um plantão em uma unidade de saúde, onde trabalha como enfermeiro.

Entre os feridos, Dheine bateu forte a perna direita durante a colisão com o barraco e acabou fraturando o fêmur, já a mãe do condutor, Zuleide, reclamava de dores pelo corpo e foi obrigada a ficar em observação após alguns exames, quanto aos outros nada além de escoriações leves.


Falta de ambulâncias

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local para socorrer as vítimas, no entanto ao chegar ao hospital Raimundo Chaar, em Brasiléia, Dheine Silva Santos precisou ficar sedada à espera de uma ambulância para ser transferida para a Capital, onde passará por cirurgia. Segundo foi levantado, o hospital está operando apenas com uma ambulância para transportar pacientes à Rio Branco, devido a outra ter se envolvido num acidente na BR e estar em manutenção, sem prazo para retornar.

(Com informações do OAltoAcre)

Este slideshow necessita de JavaScript.

comentários

Outras Notícias

Veja também