Rio Branco, Acre,


MPE diz que é cedo para afirmar que Milennium é pirâmide e pedirá investigação da PF

A empresa Milennium, que trabalha com sistema de cotas, deverá ser investigada pela Polícia Federal a pedido da Procuradoria de Defesa do Consumidor do Ministério Público do Acre (MPE). A Polícia Civil do Paraná também deve iniciar investigação para apurar o funcionamento da empresa, já que ela tem sede em Curitiba (PR).

O MPE se posicionou após divulgadores acreanos anunciarem que a empresa estava atrasando pagamentos.

PUBLICIDADE

De acordo com o promotor de Defesa do Consumidor do MPE, Marco Aurélio, a empresa já vem sendo analisada pelo MP e os lucros oferecidos acima do normal gera suspeição.

Aurélio diz que uma empresa que oferece lucros de 200% ao mês durante um momento de crise que o Brasil vive precisa ser urgentemente analisada e é suspeita pela sua própria natureza pela prática de pirâmide financeira. Ele diz, que mesmo com as suspeitas, é cedo para afirmar que a empresa seja classificada como pirâmide financeira.

Por fim, o promotor alerta os investidores acreanos para aplicações dessa natureza e esclarece que nem sempre uma empresa com CNPJ e que pague seus impostos é confiável.

Com informações do Ac24horas

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up