Rio Branco, Acre,

Governo reúne gestores para elaboração do planejamento estratégico

O mapa estratégico de cada eixo será apresentado no final da oficina e deve conter a missão, visão de futuro, valores e objetivos estratégicos de cada setorial

Secretários de Estado, diretores e chefes de departamento do governo do Acre estão reunidos durante toda esta sexta-feira, 5, no Centro de Estudo de Línguas para participar das oficinas de construção do planejamento estratégico. Toda a estrutura de governo foi dividida em oito eixos temáticos: Meio Ambiente; Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia; Saúde; Segurança Pública; Agronegócio; Infraestrutura e Gestão Pública.

A elaboração do planejamento estratégico foi atribuída à Secretaria de Estado de Planejamento que deve entregar o documento final até o dia 30 de abril. De acordo com o diretor de Planejamento e Orçamento da Seplan, Vitor Hugo Lima, a metodologia utilizada contempla uma forma diferenciada de fluxo de informações, promovendo as discussões de construção do plano inicialmente com as partes descentralizadas, para depois consolidar a visão global do documento.

“As discussões estratégicas ocorrerão por meio de oficinas de trabalho, nas quais os órgãos de governo, agrupados por áreas estratégicas, terão a oportunidade de contribuir para a formulação do planejamento”, disse.

Logo no início do encontro os moderadores apresentaram aos participantes o plano de governo atualizado que serve como norte para a elaboração do planejamento estratégico.

“Nessa primeira etapa do trabalho de construção do plano estratégico do governo do Estado estamos num processo de ouvidoria. Estamos ouvindo os gestores e apresentando a visão estratégica de governo”, destacou Edenilson Santos da Secretaria de Planejamento.

Santos salientou ainda que estão sendo realizadas oito oficinas simultâneas que terão como resultado a elaboração de mapas estratégicos setoriais que serão balizadores para um mapa com identidade única.

O mapa estratégico de cada eixo será apresentado no final da oficina e deve conter a missão, visão de futuro, valores e objetivos estratégicos de cada setorial. Os dados servirão de base para a elaboração do Plano Plurianual.

“Ter um desenho do que a gente quer e estabelecer o que a gente precisa para atingir é extremamente importante, até para termos uma previsão orçamentária. Encontros como esse nos ajudam a ter um plano de ação para atingir nossas metas”, explicou o diretor do  Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal, Rogério Melo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários