Rio Branco, Acre,


Magalhães diz que MP deve investigar cartão Avancard que realiza empréstimo a servidores

De acordo com o comunista, o cartão vem aplicando juros abusivos aos servidores públicos do estado

Na sessão remota da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), nesta terça-feira (8), o deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) usou o pequeno expediente para solicitar uma audiência pública com a promotora Alessandra Marques, da Promotoria de Direito e Defesa do Consumidor, no intuito de investigar as supostas irregularidades do cartão Avancard.

De acordo com o comunista, o cartão vem aplicando juros abusivos aos servidores públicos do estado. “Estamos solicitando oficialmente uma audiência para que o Ministério Público possa impedir esse abuso, e impedir também que os servidores não caiam nessa renegociação da dívida e boca maldita desse carrão Avancard”, declarou.

PUBLICIDADE

A Fênix (a nova empresa) ofereceu um ganho a mais de R$ 100 mil por mês para o Fundo de Capacitação dos servidores do Acre.

Na lei, regulamenta o teto de 35% de comprimento dos empréstimos, mas que adiciona mais 15% de margem para quem obter o cartão Avancard. Com isso, metade do salário dos servidores deve ficar comprometido.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up