Rio Branco, Acre,


Quem não usar máscara na Indonésia pode ser punido ficando dentro de um caixão

A Indonésia registrou, até o momento, cerca de 180 mil casos confirmados e 7,6 mil mortes por Covid-19.

Quem andar na rua sem máscara de proteção contra a Covid-19 em Jacarta, na Indonésia, agora poderá ser punido ficando deitado num caixão por um minuto. As autoridades locais explicaram que o objetivo dessa medida é conscientizar a população, para que as pessoas reflitam sobre o alto risco causado por seus atos.

Foi mantida, porém, a possibilidade de o infrator escolher pagar uma multa em vez do castigo do caixão. No caso do cidadão Abdul Sykur, que foi flagrado sem máscara, ele optou por entrar no compartimento, justificando não ter os US$ 17 necessários pelo descumprimento da norma. Serviço comunitário também é uma escolha, mas havia pessoas demais preferindo fazer o trabalho.

PUBLICIDADE

“Com a Covid-19, existe o risco de (os infratores) serem colocados dentro de um caixão de verdade”, afirmou Budhy Novian, diretor da Agência de Ordem Pública de Jacarta Oriental, acrescentando que a punição nova deve durar mais alguns dias.

Diante do aumento do número de casos da doença, a capital do país espalhou caixões e alertas mostrando o número pessoas com coronavírus. A Indonésia registrou, até o momento, cerca de 180 mil casos confirmados e 7,6 mil mortes por Covid-19.

 

Quem não usar máscara na Indonésia é punido ficando em caixão

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up