Rio Branco, Acre,

terminaltucuma

Sem solução, motoristas prometem mais dois dias com 100% dos ônibus parados em Rio Branco

Os profissionais devem manter a paralisação iniciada nesta madrugada pelo menos até a próxima quarta-feira (16).

Sem ums solução apontada durante a reunião que entre motoristas de ônibus e vereadores de Rio Branco na manhã desta segunda-feira (14), os profissionais devem manter a paralisação iniciada nesta madrugada pelo menos até a próxima quarta-feira (16).

Eles querem que os vereadores aprovem o repasse de 2,4 milhões que vem tentando ser feito pela Prefeitura às empresas de transporte público com o objetivo de garantir a continuidade  do serviço profundamente atingido pela crise da pandemia e garantindo o emprego dos funcionários, ameaçados de demissão se o sistema entrar mesmo em colapso.

O projeto precisa ser aprovado na Câmara, que já sinalizou desinteresse na aprovação. Os funcionários estão com cerca de três meses de salários atrasados. Na última quinta-feira eles chegaram a paralisar as atividades por duas horas, e haviam prometido que nesta segunda cruzariam os braços.

Ao ContilNet, a RBTrans disse que as empresas serão notificadas, já que de acordo com a lei de nº 332, que regulamenta o Sistema de Transporte Coletivo do Município de Rio Branco, em caso de greve, deve-se manter no mínimo 40% (quarenta por cento) dos ônibus em funcionamento, para atender a população.

“O Sindicol e o Sinttpac não comunicaram a RBTrans da paralisação da frota de transporte coletivo. De nossa parte estamos notificando as empresa. No momento, estamos aguardando decisão do legislativo quanto a aprovação do Projeto de Lei que subsidia o sistema para o pagamento de salários dos empregados das empresas”, fdiz nota enviada à Redação.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up