Rio Branco, Acre,


Diretor da Policlínica vai à Aleac explicar critérios para vacinar esposa de Ulysses

A data para que Wagner Austregesilo compareça à Comissão deve ocorrer após o recesso de carnaval

Por unanimidade, o requerimento apresentado pelo deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), que convoca o diretor-geral da Policlínica da Polícia Militar, coronel Wagner Austregesilo Stanislau de Araújo, para prestar esclarecimentos a respeito das denúncias de fura-filas da vacina anticovid, foi aprovado pelos deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), na tarde de quarta-feira (10).

O objetivo da convocação do gestor, é para que ele possa explicar o processo de vacinação e das denúncias de fura-filas, divulgadas pela imprensa nesta semana.

Conforme divulgado, a estagiária Dayanna Menezes, esposa do coronel da Polícia Militar Ulysses Araújo, recebeu a primeira dose da vacina, embora ela não pertença ao quadro de profissionais de Saúde da Policlínica, como preconiza o Ministério da Saúde com relação aos grupos prioritários.

Relembre: Esposa de coronel Ulysses é acusada de furar fila da vacina contra covid: “Sou da linha de frente”

Em nota, o diretor informou que ela presta serviço na unidade, na condição de estagiária, não convenceu os membros da Comissão.

A data para que Wagner Austregesilo compareça à Comissão deve ocorrer após o recesso de carnaval.

Entre os questionamentos está: quais os critérios utilizados para a vacinação de servidores, funcionários e estagiários.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up