24 C
Rio Branco
18 abril, 2021 9:51 pm

Entenda seus direitos: como dar entrada na aposentadoria pelo INSS

POR BRENO SANTOS, PARA CONTILNET

Se você já teve que resolver algo que envolve órgãos e instituições governamentais, você já percebeu como eles conseguem ser burocráticos.

Agora você, que quer pedir a sua aposentadoria ao INSS, já deve estar pensando que será outra dor de cabeça, não é?

Longas filas, muitos papeis e assinaturas, mas calma, eu te digo que é mais simples do que parece.

Em 2018 o INSS lançou uma plataforma online você dar entrada no seu pedidos sem precisar sair de casa. Isso parece ótimo, não?

A solicitação pode ser feita pelo próprio site ou pelo aplicativo “Meu INSS”.

Mas atenção, nem todos os serviços são on line, em alguns casos ainda será necessário comparecer a uma agência do INSS.

Agora venha conosco que daremos uma breve explicação de tudo o que você precisa saber para pedir o seu benefício.

SE VOCÊ AINDA NÃO SABE SE JÁ CUMPRIU OS REQUISITOS PARA SE APOSENTAR, BASTA CLICAR AQUI QUE VAMOS EXPLICAR AS REGRAS PARA 2021.

O que é o Meu INSS? É seguro?
O Meu INSS é completamente seguro para dar entrada no requerimento do seu benefício.

O serviço foi criado pela Previdência Social em julho de 2018 e funciona como uma plataforma online onde os segurados têm acesso a vários serviços previdenciários.

Dentre eles o pedido de aposentadoria (por idade, por tempo, novas regras, especial, etc.).

O site foi criado com para de diminuir o número de pessoas que vão às Agências da Previdência Social.

O objetivo é tornar o atendimento mais rápido tanto para o INSS quanto para o segurado, que não precisará mais gastar horas em filas, já que tudo é feito pelo computar sem ingerência da funcionários.

Atualmente o site e o aplicativo contam com mais de 21 serviços que podem ser feitos de forma remoto, dentro eles estão:

  • Consulta ao seu Cadastro Nacional de Informações Sociais, o famoso CNIS;
  • Requerimentos de aposentadorias (todas as modalidades);
  • Requerimentos de benefícios por incapacidade, como Auxílio Doença;
  • Requerimento de perícia médica;
  • Emissão de guias de pagamento;
  • Comunicação de acidente de trabalho (CAT);

Principais Documentos para dar entrada na aposentadoria

Os principais documentos são:

  • Documento de identificação
    Este é o mais básico, o INSS aceita como documento de identificação a sua cédula de identidade, ou seja, o seu RG.

É importante lembrar que nele é necessário que conste o seu CPF, caso não tenha será necessário que coloque o cartão ou algum comprovante que sirva na falta do mesmo.

O INSS também aceita o CNH como documento de identificação.

  • Carteira de Trabalho
    Outro documento básico, porém não dispensável, é a Carteira de Trabalho e Previdência Social, a famosa CTPS.

Esse documento é responsável por comprovar os vínculos de trabalho que você teve durante toda sua vida.

Ela é indispensável no processo de aposentadoria, porque podem ter vínculos trabalhistas que não constam no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) mas que você pode prová-los através da CTPS.

Com isso, eu sugiro pegar a sua CTPS e verificar se todos os vínculos que você já teve na vida estão lá.

Caso contrário, você deverá pedir para seus antigos empregadores para fazer a devida anotação de períodos não escritos no documento.

  • CNIS
    O famoso Cadastro Nacional de Informações Sociais, mais conhecido como CNIS, comprovará todas as suas contribuições para o INSS, inclusive o valor dos salários de contribuição.

Importante conferir se todos os valores constantes nesse documento estão corretos, pois isso afetará diretamente no valor de sua aposentadoria.

Caso encontre alguma informação errada, é necessário pedir a correção para evitar prejuízos.

SE VOCÊ QUER ENTENDER MELHOR O QUE É O CNIS, BASTA CLICAR AQUI QUE VAMOS TE EXPLICAR.

  • Comprovante de Residência
    Neste até uma conta de Luz serve como comprovante, algum contrato imobiliário, contrato de aluguel, comprovante de IPTU, etc.

Como dar entrada na Aposentadoria Pelo Meu INSS
1º passo: você deve acessar o site do Meu INSS.

Login do site meu INSS.

Você chegará numa tela onde deverá clicar em “ENTRAR”.

2º passo: após você clicar no botão “ENTRAR” você chegará numa página onde deverá digitar seu CPF e depois sua senha (lembrando que você já deve ter feito um cadastro no Meu INSS).

3º passo: após inserir os seus dados, você terá acesso ao Meu INSS e entrará numa tela onde você deve clicar na opção “Pedir Aposentadoria”.

4º passo: após isso, você deve clicar na modalidade de aposentadoria que você deseja. Em seguida basta selecionar a opção desejada.

5º passo: se aparecer uma tela para atualizar seus dados, atualize.

É importante que o INSS tenha todas as suas informações corretas para a concessão do seu benefício.

Após isso, o sistema irá checar algumas informações e você deverá clicar em “AVANÇAR”.

Depois disso, aparecerão as seguintes perguntas:

-Você possui tempo especial?

-Você possui tempo rural?

-Você possui tempo trabalhado em outro país (exterior)?

-Você já trabalhou como professor?

-Você já trabalhou como militar e/ou funcionário/servidor público da União, Estado ou Município?

E dependendo da sua situação, pode aparecer “caso não possua o tempo de contribuição integral, você concorda com a aposentadoria proporcional?”

Você deve respondê-las de acordo com a sua situação.

6º passo: muita atenção a esse passo. Após essas perguntas você deve apertar em “SIM”.

Essa pergunta é a famosa reafirmação da DER. Se você cumprir os requisitos para se aposentar no meio do processo administrativo (caso ainda não tenha direito ao benefício), você terá direito a sua aposentadoria.

Isso garante mais rapidez, evitando que você tenha que tenha que realizar novo requerimento caso seu benefício seja negado sob a justificativa que você não preencheu os requisitos.

7º passo: agora chegou o momento de você anexar a sua documentação.

Você deve preencher as informações solicitadas. Depois disso, deve descer um pouco e chegará na seção de anexar os documentos.

Basta você anexar a documentação de acordo com o que o site pede.

Não se assuste, se você não possuir o documento indicado (comprovante do exercício de atividade no serviço público, por exemplo), basta não colocar nada.

Caso você tenha o requerimento por escrito, você deve anexá-lo em “Outros documentos”.

Após isso, é só clicar em avançar.

8º passo: depois disso, você chegará numa tela onde será necessário informar o CEP de sua residência para você selecionar a Agência da Previdência Social mais próxima de sua casa.

Isso é necessário caso você tenha que ir pessoalmente no INSS para resolver algum problema na solicitação de sua aposentadoria.

9º passo: agora você deve escolher a agência bancária em que você deseja receber sua aposentadoria. Recomendo você escolher o mais perto de sua residência.

10º passo: por fim, aparecerá uma tela com o resumo do seu pedido e, mais abaixo, você deve clicar na caixa em branco, confirmando que todas as informações que você inseriu no requerimento são verdadeiras.

Revise todas as informações e clique na caixa em branco e depois em “AVANÇAR”.

Pronto, o seu requerimento de aposentadoria foi feito! É bastante simples, né? O site do Meu INSS é bastante intuitivo.

Agora basta aguardar o resultado do seu benefício. Você verá se sua aposentadoria foi concedida ou não no site do Meu INSS mesmo.

Ficou com alguma dúvida?
Caso ainda tenha ficado com alguma dúvida, deixe seu comentário ou entre em contato diretamente conosco clicando aqui.