23.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 4:42 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Professora que morreu com marido PM sonhava ser policial e fez aniversário 2 dias antes do acidente em RO

Kesia Cristina e o marido Elenilton morreram em uma colisão de motos e carreta na RO-133, em Machadinho. Amigos lamentaram a morte do casal.

POR G1 RO

Kesia Cristina da Silva, professora de História que morreu na noite de quinta-feira (17) em uma colisão entre motos e carreta, havia comemorado o aniversário de 28 anos dois dias antes de se envolver no acidente, que também resultou na morte do esposo, o policial militar Elenilton da Silva, em Machadinho D’Oeste (RO).

Na noite de terça-feira (15), a educadora fez uma série de postagens em suas redes sociais para celebrar a chegada de mais um ano de vida.

“E a vida é mesmo esse emaranhado de sensações; talvez ontem triste – hoje feliz. Ontem doía – hoje já floresceu novamente. Ontem era medo – hoje a FÉ já bateu na porta e virou coragem. Viver é isso, passar por todas as coisas sem permitir desistências. Porque o que ontem não tinha possibilidades, pode ser no hoje novas realizações”, escreveu Kesia no dia do aniversário.

Uma amiga de Kesia contou que ela tinha vontade de ser policial, assim como seu companheiro Elenilton.

“Tantos sonhos que ela tinha. Sonhava em um dia ser policial. Mas Deus preferiu assim, que assim seja a vontade dele”, desabafou.

 

Em algumas fotos, Kesia chegou a se fotografar usando a boina do marido policial militar.

Em foto, Kesia aparece usando boina do marido PM, pois sonhava também ser policial — Foto: Facebook/Reprodução
Em foto, Kesia aparece usando boina do marido PM, pois sonhava também ser policial — Foto: Facebook/Reprodução

No dia do aniversário de 28 anos, Kesia postou uma foto com o marido e agradeceu por todo carinho e companheirismo de Elenilton.

Após a morte do casal, na noite de quinta-feira (17), a Coordenadoria Regional de Educação (CRE) divulgou nota de pesar lamentando a morte de Elenilton e da professora Késia, que lecionava na escola Estadual Joaquim Pereira da Rocha, em Machadinho.

Amigos também lamentaram a morte trágica do casal .

“Não, eu não estou preparada para perder você, Kesia Cristina. Ainda ontem conversamos, brincamos como sempre e de repente meu mundo desaba. Está doendo demais, não consigo entender, compreender. Meu bichinho, meu coração está sangrando 💔😭”, escreveu uma miga da professora.

 

Kesia e o marido Elenilton em foto feita no dia do aniversário, dois dias antes do acidente — Foto: Facebook/Reprodução
Kesia e o marido Elenilton em foto feita no dia do aniversário, dois dias antes do acidente — Foto: Facebook/Reprodução

Acidente na RO-133

 

Kesia e o esposo, o policial Elenilton, morreram na noite de quinta-feira (17) após uma colisão entre três veículos na RO-133, sendo duas motos e uma carreta.

A polícia ainda não sabe precisar as circunstâncias do acidente, mas a perícia constatou que a educadora é quem estava conduzindo a moto e o marido estaria na garupa.

O policial militar Elenilton morreu na hora. Já Kesia foi socorrida e levada ao hospital da cidade, porém não resistiu os ferimentos.

Na outra moto envolvida no acidente estavam dois adolescentes, de 14 e 17 anos, e ambos morreram na hora.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.