15.3 C
Rio Branco
22 julho, 2021 6:33 am

Federação das Indústrias do Acre celebra 33 anos com homenagens a parceiros

“Nosso desafio diário é colocar a Federação das Indústrias como protagonista na defesa dos interesses do setor produtivo, elevando a autoestima do empresário”, declarou o presidente José Adriano

POR ASCOM

São 33 anos de esforço e comprometimento em defender os interesses do setor industrial, visando à melhoria do ambiente de negócios e, consequentemente, ao desenvolvimento do Acre e de sua população. Por este motivo mais do que especial, a Federação das Indústrias do Estado celebrou seu aniversário, juntamente com empresários, entidades parceiras e autoridades, na noite de quarta-feira, 7 de julho, durante o tradicional Jantar da Indústria, no Afa Jardim.

O evento foi marcado por homenagens a lideranças empresariais e instituições que contribuem para o desenvolvimento do setor industrial acreano. “Este é um momento ímpar. Não é fácil chegar a 33 anos. Isso só foi possível graças à obstinação de inúmeras lideranças empresariais e pelos trabalhos realizados em parceria. Nosso desafio diário é colocar a FIEAC como protagonista na defesa dos interesses do setor produtivo, elevando a autoestima do empresário”, declarou o presidente da FIEAC, José Adriano.

Presente ao evento, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, parabenizou a FIEAC afirmando que a classe empresarial é uma das principais responsáveis por gerar oportunidades de melhoria de vida à população. “O presidente José Adriano, sua diretoria e os colaboradores da FIEAC desempenham um trabalho que merece ser enaltecido. Quando há organização, produz-se mais e a semente plantada, há mais de três décadas, tem se tornado uma árvore muito frondosa”, elogiou o gestor.

Representante do Governo do Estado, o secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu, exaltou a forte parceria que a SEICT tem mantido com a Federação das Indústrias. “Estamos aqui reunidos com pessoas compromissadas em mudar a realidade do nosso estado, gerando emprego e renda. É uma grande honra participar deste momento e é com a união com entidades relevantes como a FIEAC que iremos construir um Acre melhor”, frisou.

Homenageados pela FIEAC

HOMENAGENS – Entre as lideranças empresariais, foram homenageados os presidentes do Sindmóveis, Augusto Nepomucena; Sinduscon, Carlos Afonso Cipriano; Sindmineral, João Paulo Pereira; Sincon, Raimunda Holanda; Sindigraf, José Afonso Boaventura; Sindicer, Marcio Agiolfi; Sincepav, Reginaldo Pontes; Sinpal, José Luiz Felício; Sindusmad, Thyago Barlatti; Sindpan, Abrahão Felício; Sindicarnes, Murilo Leite; SindSorvetes/AC, Agacis de Lima; Sinear, Antônio Carlos Pereira e Sindirepa, Valdemir Alves do Nascimento.

Também foi reconhecido pela instituição todo o apoio recebido pelo Tribunal de Justiça do Acre; Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o Grupo Energisa Acre. O Grupo de Mulheres da Indústria, representado pelas empresárias Zu Oliveira e Marluce Barlatti, foi destacado por seu trabalho filantrópico e luta por justiça social. Por se destacarem em seus respectivos segmentos, os empresários Edival Lopes Diniz (Areial 2 Irmãos); Jackson Mesquita Soares (Cachaça Jibóia); José Alberto da Silva Walter (J. A. da Silva Comércio e Representações); Luiz Carlos Guimarães (Stágio Confecções); Daliane Dalamaria (Panificadora Pertutti); Raimundo Nonato Aguiar Leite (Cerâmica Santa Fé) e Janaina Terças (setor produtivo do Vale do Juruá), também foram condecorados durante a solenidade.

Um dos momentos de maior emoção da noite foram as homenagens póstumas aos empresários Francisco Nailton Feitosa Lima (também diretor da FIEAC); Antônio Aparecido Barlatti (Fox Laminados); Luís Negrisole (Uniacre Indústria e Comércio); Estevão Nunes de Souza Alves (Nunes Móveis) e Mário Tadashi Yonekura (Floresta Engenharia). Por fim, a Diretoria da FIEAC e os sindicatos industriais fizeram um reconhecimento surpresa e entregaram uma placa ao presidente José Adriano, destacando o seu empenho incansável na luta pelo desenvolvimento e melhoria do ambiente de negócios para o setor produtivo acreano.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.