27.3 C
Rio Branco
22 julho, 2021 12:02 pm

Gêmeos Kaxinawás que nasceram prematuros ganham ‘mêsversário’ em maternidade no AC

POR JURUÁ EM TEMPO

Muitos bebês nascem prematuros – nascem antes de completar as 37 semanas de gestação – e precisam ficar um, dois ou mais meses internados. É uma situação difícil para os recém nascidos e para a família.

Para tentar amenizar a situação e torna-la menos dolorosa, desde 2018 os funcionários da maternidade de Cruzeiro do Sul aderiram a ideia de comemorar o ‘mesversário’ dos bebês da uti neonatal e da mãe canguru.

“É um carinho nas mães, que se emocionam muito, porque a internação é um momento muito doloroso e de muitas incertezas pra elas, terem os bebês internados na uti, dentro de uma incubadora, faz com que cada dia que passa seja um dia de luta e de vitória pra cada uma”, declarou a coordenadora de enfermagem da unidade neonatal, Elianna Farias.

Agora foi a vez de comemorar o primeiro mês dos gêmeos João e Antônio de origem indígena, da tribo Kaxinawás. Toda a equipe contribui para realizar a comemoração.

“Esse mesversário de hoje foi o primeiro de indígena que fizemos e foi mais especial ainda porque, fizemos alguns detalhes para valorizar as raízes deles, a cultura. É muito gratificante proporcionar esse momento tão lindo”, destacou Farias.

Segundo a coordenadora, próximo dia 15 eles farão o mesversário de duas recém nascidas que ainda não poderão receber alta e completarão seu primeiro mês de vida na uti. “Comemorar o mesversários dos bebês é mostrar o quanto valeu a pena cada sacrifício que elas tiveram que fazer.”

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.