23.3 C
Rio Branco
10 setembro 2021 6:01 am

Polícia Civil prende acusado de ter matado a namorada com dois tiros na cabeça em Rio Branco

POR ITHAMAR SOUZA, DO CONTILNET

Última atualização em 10/09/2021 06:01

Alessandro da Silva Magalhães foi preso no final da tarde desta quinta-feira (9), na rua Palmares, no bairro Conquista, em Rio Branco, durante um cumprimento de mandado de prisão expedido pela Justiça.

Segundo informações da Polícia Civil, Alessandro estava foragido da justiça desde o dia 10 de maio de 2020, quando a sua namorada identificada como Cristina Raquel Santos de Barros, de 20 anos, foi morta com dois tiros na nuca, dentro de uma residência no bairro Jorge Lavocat, em Rio Branco.

No dia do crime, Raquel estava participando de uma bebedeira entre amigos, quando houve uma discussão que terminou em luta corporal entre os participantes. Segundo a polícia, Alessandro estava em posse de uma arma de fogo e efetuou dois disparos que atingiram a cabeça de Cristina Raquel, fazendo com que a jovem morresse antes de ser socorrida.

De acordo com moradores da região, a vítima morava há pouco tempo no bairro junto com o namorado. Ainda segundo os vizinhos, os disparos foram ouvidos por volta da meia-noite.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas chegando ao local, constatou que a vítima já estava sem vida. A área foi isolada e o corpo da jovem foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização dos exames cadavéricos.

A Polícia Militar ainda chegou a ir no local do ocorrido, colheram informações sobre o autor do crime e fizeram buscas na região, mas ele não foi encontrado.

Após um minucioso trabalho de investigação, foi possível comprovar a autoria do homicídio e Alessandro teve a prisão decretada, sendo preso nessa quinta-feira (9).

O acusado foi levado para a Delegacia de Flagrantes (Defla), onde foi recebido a colocado a disposição da Justiça.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.