31.3 C
Rio Branco
26 novembro 2021 11:17 am

Maria Lina desabafa sobre morte do filho com Whindersson e relacionamento abusivo: “Agressões físicas”

Objetivo é vender ações da companhia, mas manter indicação do presidente da empresa

POR AGÊNCIA O GLOBO

Última atualização em 25/10/2021 18:19

Em entrevista à “Marie Claire”, Maria Lina desabafou sobre a perda do filho, João Miguel, do relacionamento com Whindersson Nunes. “Não existe maior dor do que colo vazio”, falou.

A jovem também desabafou sobre outro assunto delicado: um relacionamento abusivo que aconteceu antes de conhecer o humorista famoso. “Depois que minha mãe se curou (de um câncer), entendi que precisava morar sozinha, deixar a ‘barra da saia’ deles. Meus pais me apoiaram bastante, e seguiram me auxiliando no que precisava. Tinha 21 anos e aluguei uma quitinete de 27 metros quadrados. Na época, estava namorando e fomos morar juntos”, lembrou.

“Mas era um relacionamento muito abusivo, nível máximo, que chegou inclusive a agressões físicas. Não fiz B.O. em respeito à sua família e não falarei aqui seu nome, mas quando os ataques ficaram fora do controle, consegui terminar e o botei para fora de casa. Ele voltou a morar com os pais e assumi todas as contas no peito”, completou.

 

Essa conta vem sendo chamada internamente de Fundo de Redução da Pobreza e, inicialmente, seria abastecida com a venda de ações da Petrobras.

A Petrobras está sendo pressionada nos últimos meses por conta da alta dos combustíveis. Nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que a privatização da empresa entrou no radar do governo.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.