24.3 C
Rio Branco
21 janeiro 2022 9:47 pm

Após encerrar contratos, aprovados em seletivo da saúde em Rio Branco denunciam atraso no pagamento de rescisão

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 26/11/2021 16:36

Pelo menos três aprovados em um processo seletivo da Prefeitura de Rio Branco para contratação de profissionais da Saúde procuraram o ContilNet para denunciar não receberam as verbas rescisórias e, mais de três meses após deixarem os seus postos, não têm sequer uma previsão de quando seus direitos serão pagos.

Eles, assim como outros profissionais, tiveram seus contratos encerrados em agosto deste ano, antes mesmo da data prevista no certame, “que quando finalizarmos o contrato iríamos receber uma rescisão e deram um prazo de 90 dias completarmos os 90 dias, quando ligarmos para obter informações a Segati [Secretaria de Gestão Administrativa] diz que temos que aguardar, sendo que ninguém age de forma transparente com datas e prazos para nosso pagamento”, diz uma denunciante,

Além da denuncia do atraso de pagamento na verba rescisória, os contratados por meio do processo seletivo simplificado 01/2020, dizem que suas carteiras estavam assinadas como vendedores, mesmo se tratando de profissionais que exerciam as funções, de acordo com o edital, de Médico Clínico Geral, Enfermeiro, Psicólogo, Nutricionista, Farmacêutico, Cirurgião Dentista, Técnico de Laboratório, Agente de Vigilância em Saúde, Educador Social e Auxiliar de Farmácia por tempo determinado para atuação na Atenção Primária do município de Rio Branco.

“Estamos ligando quase todos os dias, para a secretária prefeitura, ficam colocando na mídia que estão pagando em dias, mas estão fazendo isso conosco, sem contar que na nossa carteira digital estamos como vendedores atacadista, e ninguém da prefeitura resolve essas nossas questões”, diz outra denúncia.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura para buscar uma resposta e formos informados, por meio da assessoria que “segundo o secretário da Segati, Jonathan Santiago, esse recurso será pago. O problema é que existem processos ainda do ano passado e a equipe está tentando colocar em dia e está fazendo do mais antigo para o mais recente”.

Quando questionado sobre data, ou um novo prazo, já que os 90 dias dados inicialmente já expiraram, a Prefeitura afirmou que não há uma data precisa para informar.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.