24.3 C
Rio Branco
21 janeiro 2022 10:02 pm

Defesa Civil de Rio Branco encerra operação e divulga balanço de famílias atendidas com abastecimento

De acordo com o coordenador da pasta, foram mais de 550 mil litros fornecidos às mais de 2 mil famílias atendidas. O major falou também que a estiagem de 2021 foi a pior seca de toda a história se considerar períodos isolados.

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 29/11/2021 10:47

O coordenador da Defesa Civil de Rio Branco, major Cláudio Falcão, concedeu uma coletiva de imprensa na sede da Prefeitura de Rio Branco nesta segunda-feira (29) para fornecer um balanço da Operação Estiagem, que começou no dia 30 de agosto e vai até o dia 30 de novembro. Segundo o major, cerca de 8,3 mil pessoas receberam atendimento com abastecimento de água.

Ainda de acordo com o major Falcão, as famílias atendidas de 17 comunidades receberam atendimento duas vezes por semana. O que desencadeou a operação foi o desabastecimento das comunidades rurais, que impactou na agricultura e piscicultura e no perigo das 2.158 famílias contraírem doenças com o consumo de água contaminada.

“Se formos contabilizar o total de atendimentos prestados pela Defesa Civil municipal com o apoio da Prefeitura e da Secretaria de Agricultura do município, teremos 70 mil atendimentos realizados durante esse período. Nós disponibilizamos 550 mil litros de água mineral para as comunidades”, falou, complementando que a operação também recebeu apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) através da emissão de um relatório técnico.

SECA

Na operação, que já acaba na próxima terça-feira (30) por força de lei, 21 pessoas estiveram diretamente envolvidas na operação, incluindo a equipe da Defesa Civil Municipal e os condutores dos caminhões pipa. De acordo com o major, a própria Prefeitura solicitou que aumentassem o número de comunidades a serem atendidas.

“Em 2021 tivemos uma das piores secas já registradas em Rio Branco. Tivemos outros anos que foram muito complicados como 2005, 2016, mas se pegarmos períodos isolados, 2021 é a pior seca de toda a história. Por isso, a Defesa Civil precisou planejar muito para minimizar os impactos pela seca de 2021 aqui na capital”, destacou, falando também que as famílias terão o abastecimento por meio de poços e represas.

Já com relação ao material que foi utilizado em toda a operação, que corresponde a 67 caixas com capacidade para 5 mil litros de água, estes serão recolhidos e depositados em um espaço da prefeitura de maneira que possam reutilizar o material na próxima estiagem.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.