30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 3:35 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Mantida em cárcere privado por três meses, mulher consegue pedir socorro por mensagem de texto em MS

Vítima estava casada há mais de um ano com o agressor, com quem tem um bebê de 5 meses. O suspeito foi preso em Aparecida do Taboado.

POR G1

Uma mulher, de 22 anos, foi resgatada de um cárcere privado nesta quinta-feira (18) após ter pedido socorro para o irmão através de uma mensagem de texto. A vítima estava sendo mantida presa em casa pelo marido em Aparecida do Taboado, a 442 km de Campo Grande.

Segundo a Polícia Civil (PC), a mulher estava impedida de sair da residência há 3 meses pelo marido, com quem mantinha um relacionamento de um ano e oito meses e possui um bebê, de 5 meses de idade. A mãe da vítima compareceu à delegacia e contou que a filha havia mandado uma mensagem ao irmão dizendo que não aguentava mais viver daquela forma.

Diante das suspeitas, a equipe da PC com apoio da Polícia Militar (PM) foram até a casa do casal, onde confirmaram as condições da vítima.

Ela relatou à polícia que as agressões físicas e psicológicas começaram logo após o nascimento do filho e que foi agredida ainda durante o puerpério (período de 45 dias após o parto), por não ter condições de limpar a casa da forma que o suspeito ordenava.

O homem, de 37 anos, foi preso em flagrante e deve responder por cárcere privado e violência doméstica. A vítima foi resgatada e entregue aos familiares.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Aparecida do Taboado — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.