Solicitei o meu crédito consignado do auxílio brasil, quando o dinheiro entra na conta?

Está oficialmente aberta a temporada de solicitação do consignado para os usuários do Auxílio Brasil. Depois de um intervalo de alguns meses de espera, os cidadãos já podem realizar as solicitações. Contudo, o fato é que muitos dos beneficiários ainda possuem dúvidas sobre o procedimento. Uma delas gira em torno da questão do prazo do pagamento do benefício.

O consignado do Auxílio Brasil funciona como uma espécie de crédito. Trata-se de um empréstimo que o cidadão solicita, e depois precisa devolver o saldo ao banco, com as devidas correções das taxas de juros. Todos os meses, a instituição financeira faz um abatimento de até 40% na parcela de Auxílio Brasil até que o indivíduo consiga quitar a sua dívida por completo.

Quem solicita o dinheiro, não precisa aguardar até a data do pagamento do Auxílio Brasil para receber a quantia solicitada. Conforme informações do Ministério da Cidadania, uma vez concluído o processo de solicitação junto ao banco, a instituição tem um prazo de 2 dias úteis para depositar o saldo na conta do beneficiário.

video
play-sharp-fill

Imagine, por exemplo, que um cidadão conclui a sua solicitação do dinheiro do consignado nesta segunda-feira (10). Para esta pessoa, o banco poderá depositar a quantia na mesma conta do Auxílio Brasil até o final da terça-feira (11). Quem solicitar amanhã, poderá receber até a quinta (13), já que a quarta (12), não é um dia útil.

De toda forma, os usuários do Auxílio Brasil precisam atentar para as regras internas de cada banco. Cada instituição decide o seu prazo. Recentemente, a presidente da Caixa Econômica Federal, Daniella Marques, disse que pretende abrir a solicitação na instituição até o dia 15. Outros bancos podem definir outras datas neste meio tempo.

A taxa de juros

Depois de um período de discussão sobre o tema, o Ministério da Cidadania decidiu pela imposição de um teto para a taxa de juros. Nenhum banco poderá cobrar mais do que um patamar de 3,5% ao mês, ou 50% ao ano.

O estabelecimento do teto foi um pedido de vários setores da sociedade civil. Até a publicação da regulamentação, o Governo não vinha indicando nenhum teto, e algumas instituições já estavam ensaiando ofertas com taxas de juros de quase 100% ao ano.

Em entrevista recente, o Ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento, disse ainda que nenhum banco poderá cobrar taxas extras para além desta que já está definida. O chefe da pasta também alertou que as instituições não poderão ligar para os segurados para oferecer o crédito.

A lista do consignado

Bento também divulgou no final da última semana, a lista com os 12 bancos que estão oficialmente habilitados para operar a linha do consignado. Veja abaixo:

  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco Agibank S/A Banco;
  • Crefisa S/A;
  • Banco Daycoval S/A;
  • Banco Pan S/A;
  • Banco Safra S/A;
  • Capital Consig Sociedade de Crédito Direto S/A;
  • Facta Financeira S/A Crédito Financiamento e Investimento;
  • Pintos S/A Créditos;
  • QI Sociedade de Crédito Direto S/A;
  • Valor Sociedade de Crédito Direto S/A;
  • Zema Crédito, Financiamento e Investimento S/A.

Instituições como Bradesco, Itaú e Santander optaram por ficar de fora da operação desta linha.

PUBLICIDADE