14 de junho de 2024

Na Ponta da Língua: ex-petistas são apostas de Gladson na disputa por prefeituras

Jerry Correia foi expulso do PT por infidelidade partidária em 2023. Já Rodrigo Damasceno, foi prefeito de Tarauacá

Gladson ao lado de Jerry Correia e Rodrigo Damasceno/Reprodução

É oficial! O governador Gladson Cameli entregou o jogo e recebeu, no seu gabinete, o atual prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, que foi expulso do PT por infidelidade partidária, e o ex-prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno, que disputou as eleições de 2022, mas não conseguiu se eleito ao cargo de deputado federal. Ambos são refém-filiados ao Progressistas e tinham futuro incerto dentro do partido. Porém, Cameli oficializou: os dois são pré-candidatos e irão movimentar as eleições no interior. 

“Dois nomes que chegam para somar e fortalecer o nosso projeto de cuidar das pessoas”, disse Gladson.

Pode entrar água 

Os 20 novos conselheiros tutelares de Rio Branco foram eleitos na última semana em uma eleição com votos recordes. Porém, denúncias sobre irregularidades na campanha, com candidatos com ligação direta a partidos políticos, religiosos e abusos de poder econômico, que são vedadas por lei, podem impedir a posse de alguns eleitos. Como havia sido divulgado pela coluna na última semana, o Na Ponta da Língua checou e viu que entre os conselheiros eleitos, existia claras provas de ligações com deputados e líderes religiosos. 

Ministério Público acompanha 

O Ministério Público do Acre confirmou que recebeu as denúncias, mas que até o momento, não há nenhuma irregularidade confirmada. Além disso, em nota, o órgão disse que acompanha o caso de perto e lembrou que a organização das eleições é feita por um Comitê Especial.

Gabinete movimentado 

O governador passou os últimos dias com deputados indo e voltando do seu gabinete em Rio Branco. No mesmo dia, Gladson recebeu o presidente da Aleac, Luiz Gonzaga, o 1º secretário, Nicolau Júnior e o deputado Fagner Calegário. Ontem, Gladson teve reunião com Pablo Bregense, líder do PSD, partido do senador Sérgio Petecão. Já nesta sexta-feira, o governador acordou com o deputado Tanizio Sá, do MDB, mesmo partido de Marcus Alexandre, batendo na porta do seu gabinete. 

Em casa 

Falando em reuniões, um encontro entre Gladson e Ney Amorim, presidente do Podemos no Acre, deixou claro que o partido estará no mesmo palanque em 2024, ao lado de Alysson Bestene, que também esteve presente. As más línguas dizem que Ney, que foi candidato a senador em 2022 na chapa de Gladson, corre como possível candidato a vice-prefeito.

Uniu tudo 

A cerimônia de comemoração dos 50 anos da OCB no Acre rendeu encontros inusitados. No mesmo dispositivo de honra na Aleac, foi possível ver, lado a lado, nomes tradicionais da esquerda do estado como o deputado Edvaldo Magalhães, e a esposa, Perpétua Almeida, e figuras do alto escalão do governo do Estado. Todos juntos! 

Almoço daqueles 

Além disso, mais tarde, em um almoço oferecido aos convidados, sentaram na mesma mesa o governador Gladson Cameli, a vice-governadora Mailza Assis, o senador Sérgio Petecão e o secretário Alysson Bestene. Qual o prato servido? Eleições 2024.

Equilíbrio 

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Luiz Gonzaga, mostra como faz para manter o equilíbrio e a boa relação entre os poderes. Líder do legislativo acreano, Gonzaga tem constantes reuniões com o governador, e só hoje, se reuniu com o secretário de Educação, Aberson Carvalho e o presidente da Fundhacre, João Paulo Silva. Gonzaga ainda tem uma ótima relação com os maiores nomes do Judiciário.

Caiu! 

Pastor Alex Carvalho pediu exoneração do cargo/Foto: Reprodução

O secretário de Direitos Humanos, pastor Alex Carvalho não aguentou a pressão e pediu para deixar o cargo. Fontes disseram que ele vai assumir um cargo no gabinete da vice-governadora Mailza Assis. 

Sumiu 

Whendy Lima. Foto: Aleac.

Dá para contar nos dedos o número de sessões legislativas que o deputado Whendy Lima fez o uso da palavra no parlamento nesta legislatura.

Vem aí? 

O vereador Fábio Araújo, hoje no PDT, teve uma reunião na sede do Progressistas, com a deputada federal Socorro Neri. Há rumores de que a líder da Executiva Municipal do partido quer que o primeiro-secretário da Mesa Diretora  dispute a reeleição pelo PP. Fábio, atualmente, faz parte da pequena oposição ao prefeito Tião Bocalom.

Absurdo 

O vereador João Marcos Luz lamentou a morte do jovem morto degolado por uma linha de cerol enquanto dirigia uma moto. O líder do prefeito Tião Bocalom lembrou que já existe uma lei municipal, da autoria dele, que proíbe a venda de linhas de cerol, chilenas e qualquer produto cortante para pipas. Agora é preciso que a Polícia Militar faça a fiscalização efetiva e aplique a lei.

Off

– Fontes dizem que Socorro Neri ganhou tanta moral com Gladson nos últimos dias que agora corre como possível candidata ao governo em 2026
– Alan Rick mesmo sendo de oposição ao governo Lula conseguiu articular com o governo federal projetos importantes, como o da construção dos 12 novos aterros sanitários no Acre
– Com a saída do pastor Alex do cargo de secretário, dizem que um nome antigo deve retornar ao cargo
– Minoru Kinpara recua e agora não descarta ser vice na chapa de Alysson. Basta saber se o secretário vai querer
– Não será surpresa para ninguém se o PSD largar a mão do MDB e aparecer no mesmo palanque que o Progressistas em 2024
– É o sonho do governador Gladson Cameli ter o senador Sérgio Petecão de volta a sua base
– O secretário de Segurança, coronel Gaia parece que tomou tento e deu uma resposta rápida aos recentes ataques na Cidade do Povo

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost