21 de fevereiro de 2024

Polícia segue sem pistas sobre morte de indígena encontrado com marcas de violência

A vítima foi golpeada na cabeça, por isso, não teve chance de sobreviver

A tarde desta terça-feira (24) foi marcada por um acontecimento trágico na cidade de Manoel Urbano, interior do Acre. O indígena Huruí Kulina, 49 anos, foi vítima de homicídio e teve seu corpo encontrado em um porto, nas proximidades do Rio Purus.

SAIBA MAIS: Indígena é encontrado morto; ripa e garrafa quebrada estavam ao lado do corpo

Ao lado do corpo, foram encontradas uma garrafa quebrada e um pedaço de ripa/Foto: Reprodução

Após o ocorrido, a Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no local da ocorrência, encontrou o indígena caído, já sem vida. Uma equipe do  Samu também foi acionada, mas só pôde atestar o óbito.

“No local, os policiais encontraram uma garrafa de vidro quebrada e um pedaço de madeira sujos de sangue. Foram feitas várias diligências, entretanto, o autor do crime ainda não foi encontrado”, comentou o tenente Jairo Pontes, do 8º BPM.

A vítima foi golpeada na cabeça, por isso, não teve chance de sobreviver.

Até agora, a motivação do crime ainda não foi detalhada.

PUBLICIDADE