19 de abril de 2024

Sobe para três o número de presos acusados de ajudarem fugitivos acreanos em Mossoró

Um carro que teria servido de apoio aos foragidos também será periciado

Subiu para três o número de presos suspeitos de ajudarem na fuga dos acreanos Deibson Nascimento e Rogerio Mendonça do presídio federal de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Os nomes não foram divulgados.

As prisões ocorreram na tarde desta quinta-feira (22). Os dois últimos foram presos em flagrante porque, na hora da abordagem, portavam armas e uma quantidade de drogas, além de terem o ligações com a facção Comando Vermelho (CV).

Os acreanos fugiram do presídio de Mossoró no último dia 14/Foto: Reprodução

O primeiro dos presos, abordado ainda na quarta-feira (21), tinha contra ele um mandado de prisão em aberto por crime anterior. O preso é suspeito de ter trazido do Ceará um veículo que teria servido de apoio aos fugitivos acreanos. O veículo será periciado, informou a Polícia Federal.

As informações sobre a caçada, que entra para o décimo dia nesta sexta-feira (23), serão restringidas pela coordenação das forças de segurança da caçada aos fugitivos. Os órgãos de segurança suspeitam que os fugitivos e quem os está ajudando estão sendo municiados por informações veiculadas pela própria imprensa. Isso fará com que as operações agora tenham caráter sigiloso, informou a PF.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost