28 de maio de 2024

Igreja Católica portuguesa pagará indenização às vítimas de pedofilia

A “compensação econômica” ocorre a um ano da publicação de um relatório com mais de 4 mil casos de pedofilia em Portugal desde 1950

A Igreja Católica portuguesa anunciou, nesta quinta-feira (11/4), que pagará indenização às vítimas de abusos sexuais cometidos por membros do clero, a chamada “compensação econômica”.

O anuncio foi feito após a publicação, em fevereiro de 2023, do relatório que revelou mais de 4815 nomes de menores vítimas de pedofilia por padres desde 1950 em Portugal.

Após coletarem mais de 500 depoimentos de vítimas ao longo de um ano, a Igreja concluiu que os abusos sexuais eram encobertos de forma sistemática pelo altão escalão eclesiástico do país.

À época, afirmaram que era necessário “mudar a cultura da Igreja” e pediram perdão às vítimas.

Getty Images/ Hongjie Han

Em agosto de 2023, o Papa Francisco, durante a participação na Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, encontrou com 13 das vítimas de pedofilia em Portugal.

A Igreja informou, por meio do comunicado dado ao término da reunião dos bispos portugueses na cidade Santuário de Fátima, que os pedidos de indenização devem ser apresentados entre junho e dezembro de 2024.

Também foi explicado que os pagamentos serão realizados a partir de um fundo da Conferência Episcopal Portuguesa. Os valores adicionados ao fundo serão pagos de forma conjunta por todas as dioceses do país.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost