27 de maio de 2024

Lula conversa com presidente do México sobre invasão à embaixada

Após a polícia do Equador invadir a embaixada do México no país, Lula manifestou solidariedade ao presidente López Obrador

Em conversa por telefone, nesta terça-feira (9/4), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prestou solidariedade ao presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, pela invasão à embaixada do país em Quito, no Equador.

O episódio aconteceu na última sexta-feira (5/4), quando forças de segurança equatorianas invadiram o local e prenderam Jorge Glas, ex-vice-presidente do Equador, condenado por corrupção no país. Após o caso, o governo mexicano rompeu relações diplomáticas com Quito.

Ao presidente mexicano, Lula classificou o episódio como uma “grave ruptura do direito internacional” e reforçou que irá acompanhar o tema na Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), bloco que reúne países da América Latina.

Além disso, o chefe do Executivo afirmou que quer viajar ao México ainda neste ano, antes de Obrador finalizar o mandato, para estreitar os laços econômicos e empresariais entre os países.

Invasão

Policiais do Equador invadiram e prenderam o ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas. Condenado a 6 anos de prisão por corrupção em um caso que envolve a Odebrecht, ele tinha recebido asilo político do governo mexicano.

A invasão causou reação imediata do presidente mexicano. Obrador anunciou, na madrugada de sábado (6/4), que suspendeu as relações diplomáticas com o Equador.

O ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas recebeu asilo político do México e estava na embaixada desde dezembro do ano passado. Ele alega ser vítima de uma “perseguição” da Procuradoria-Geral do Equador.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost